A Bailarina (“Ballerina”)

Genre : ,
Actor : , , ,
Director : ,
Country : ,
Release Date : 2016

O estúdio francês Gaumont se arriscou nessa parceria com o Canadá em fazer uma animação computadorizada que rivalizasse com as grandes do gênero. E comparações à parte fizeram um bom trabalho.

Felicie e Victor são dois órfãos que escapam do orfanato no interior da França e vão tentar a sorte em Paris. O sonho de Felicie é de ser bailarina e tudo muda quando ela pega por engano um convite para se treinar numa ópera e se faz passar por outra pessoa. Mas nunca se sabe o quanto essa mentira vai durar.

Para os acostumados aos estúdios da Pixar, os efeitos de animação são apenas normais e nada que se destaca, sejam os movimentos ou as expressões faciais. O que não quer dizer que seja um ponto negativo, até porque há uma boa criatividade envolvida tanto na fotografia quando na angulação de muitas das cenas.

O que falta de originalidade à história, sobra de inteligência em se apropriar dos melhores elementos dramáticos que permeiam os filmes do gênero, principalmente a relação de mãe e filha que é desenvolvida entre Felicie e a faxineira do teatro que esconde um segredo.

A trilha é um ponto no mínimo interessante, pois reveza entre os clássicos do balé como o Lago do Cisne e o Príncipe Quebra Nozes, com os hits pop da divinhas jovens Sia, Demi Lovato e principalmente Carly Era Jepsen que também dubla uma das personagens.

Apesar muitos estereótipos, os personagens são carismáticos e dono de uma história que poderia ser mais explorada, mas que preferiram se manter no raso para focar na protagonista.

“A Bailarina” deu muito certo porque não ouse e se mantém num lugar narrativo seguro, fazendo muito bem feito o que outras produções do gênero criaram.

Curiosidade:
– No filme a audição é para a peça O Príncipe Quebra Nozes e ao mesmo tempo a Torre Eifel se encontra em construção. Historicamente a cronologia está errada porque a Torre Eifel foi completada em 1889, antes da primeira apresentação do espetáculo O Príncipe Quebra Nozses que foi em 1892.
– No filme a Estárua da Liberdade estava sendo construída e já era verde. Na realidade ela foi feita de cobre e sua cor foi ficando verde com o tempo após ser instalada em Nova York.
– A dubladora da menina antagonista é dançarina de verdade.
– Alguns atores foram substituídos na dublagem para os EUA. Pasmem: ambos são em inglês mas a distribuidora americana não quis o sotaque britânico.

Ficha Técnica

Elenco:
Elle Fanning
Dane DeHaan
Carly Rae Jepsen
Maddie Ziegler
Terrence Scammell
Tamir Kapelian
Julie Khaner
Joe Sheridan
Elana Dunkelman
Shoshana Sperling
Jamie Watson
Bronwen Mantel

Direção:
Eric Summer
Éric Warin

Produção:
Valérie d’Auteuil
Nicolas Duval Adassovsky
André Rouleau
Laurent Zeitoun
Yann Zenou

Fotografia:
Jericca Cleland

Trilha Sonora:
Klaus Badelt

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑