A Justiceira (“Miss Meadows”)

Genre : ,
Actor : , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2014

Katie Holmes escolheu enterrar a carreira quando decidiu se casar com Tom Cruise. Enquanto ele engata um sucesso atrás do outro e agora é solteiro. Ela ficou com a filha, uma polpuda pensão (provavelmente), mas sem muitas oportunidades. Ou se limita a uma mera coadjuvante como em “A Dama Dourada” ou tentar protagonizar produções prá lá de duvidosas como essa.

Ela é Miss Meadows, uma garota que não bate bem da cabeça e além de ter um jeitinho de mulher excessivamente certinha, carrega uma pequena arma na bolsa e sai disparando em quem ela vê que está fazendo algum mal. Só o fato dela não ter sido presa nos primeiros três minutos de filme já incomoda.

Aliás tudo incomoda nessa produção que não consegue dizer a que veio: dá pra perceber no roteiro que a jornada psicológica da protagonista é interessante (inclusive a surpresinha sobre sua mãe é o melhor do filme), só que a composição da personagem é de dar dó. O “Tchauzinho” dela é intragável, não fala coisa com coisa e tudo culpa do roteiro que não soube materializar a condição dela numa personagem no mínimo coerente.

Ainda insulta a inteligência do espectador com o improvável romance dela com o xerife juntamente com a cronologia dos acontecimentos. E lógico que Katie Holmes fica no automático o que torna ainda mais superficial a dinâmica do filme.

Justiceira” tem uma essência boa, mas que não é explorada de forma inteligente, tornando-se uma comédia de humor negro com pouquíssima comédia e quase nada de humor negro.

Ficha Técnica

Elenco:
Katie Holmes
James Badge Dale
Callan Mulvey
Jean Smart
Mary Kay Place
Ava Kolker
Stephen Bishop
Kate Linder
James Landry Hébert
James Keane
Graham Beckel

Direção:
Karen Leigh Hopkins

Produção:
Eric Brenner
Rob Carliner

Fotografia:

Barry Markowitz

Trilha Sonora:
Jeff Cardoni

 

2 Comments

Leave us a comment

  • Rayssa
    on

    Nossa que crítica mais ridícula, o que tem aver o relacionamento dela com Tom Cruise com o atual momento da vida dela? Sem contar que ela é rica então essa parte de “polpuda pensão” é ridícula. Fora que Tom Cruise não faz tanto sucesso assim a tempos filmes repetitivos e decadentes. Enfim não sei como caí nesse site nojento, onde ao invés de fazer uma crítica do filme o escritor parece mais um fofoqueiro de plantão.

    • Aldo
      on

      Pelo nível dos seus… elogios, aparentemente o site é tão nojento quanto quem o critica.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑