A Noite do Jogo (“Game Night”)

Não dá pra levar esse filme a sério. Mas pelas melhores razões. Por onde se olha, “A Noite do Jogo” é repleta de graça e originalidade, seja estética ou narrativa.

A dupla de diretores John Francis Daley e Jonathan Goldstein, responsáveis pelo remake de “Férias Frustradas” embarcaram no mundo dos jogos de tabuleiro desde o início quando abrem com uma cena usando lentes que parecem tornar os elementos em cena como miniaturas de um jogo de tabuleiro ou quando mostram o título com fontes saídas da capa de um desses jogos, estética essa que permanece ao longo da projeção.

Daí conhecemos o casal Max e Annie (Jason Bateman de “A Última Ressaca do Ano” e a apaixonante Rachel McAdams de “Doutor Estranho”), que são super competitivos e realizam várias noites com os mais diferentes jogos junto aos seus amigos. Até que o irmão de Max, Brooks (Kyle Chandler de “Manchester à Beira Mar”) com seu jeito desdenhoso e egoísta aparece e propõe um jogo em sua casa, onde ele teria contratado uma empresa de encenação que sugeriria que um dos personagens seria sequestrado. O problema é que aparentemente o sequestro foi pra valer e Max, Annie e seus amigos terão que resgatar Brooks e passar por diversas situações perigosas… e cômicas, é claro.

O timing cômico de Bateman é impecável, mas todo o elenco coadjuvante – a maioria de desconhecidos – conseguem manter uma ótima química e fazem o filme decolar junto.

O roteiro imprime um ritmo acelerado e, mesmo quando se para pra respirar, as piadas ficam mais intensas para equilibrar a narrativa. E são piadas bem mais inteligentes que simples gags ou diálogos grosseiros (claro que há um pouco disso também). As referências da cultura pop, principalmente dos anos 80 e 90 são imbatíveis e até mesmo quando emprestam elementos de lá, seus realizadores fazem questão de dar os devidos créditos como na cena da perseguição no último ato, lembrando de “Busca Implacável 3” ou das cenas dentro de uma mansão que fazem uma homenagem a “Clube da Luta” e aos filmes de Tarantino, principalmente “Django Livre” e “Pulp Fiction”.

A Noite de Jogo” é impagável e imperdível, misturando ação absurda, mas dentro do contexto com uma veia de humor muito inteligente e às vezes surpreendente.

Curiosidades:

– Há uma cena pós créditos.
– O elenco principal passou uma noite livre jogando pra valer vários dos jogos mostrados no filme para que eles pudessem captar a dinâmica.
– Há uma piada no fim do filme onde sacaneia atores que começaram quando crianças. Foi uma piada interna, pois Jason Bateman começou sua careira como ator mirim.
– A piada da esteira no aeroporto é exatamente a mesma (foi uma homenagem) a que apareceu na série Arrested Development estrelada por Jason Bateman.

Ficha Técnica

Elenco:
Jason Bateman
Rachel McAdams
Kyle Chandler
Sharon Horgan
Billy Magnussen
Lamorne Morris
Kylie Bunbury
Jesse Plemons
Michael C. Hall
Danny Huston
Chelsea Peretti
Camille Chen
Zerrick Williams
Joshua Mikel
R.F. Daley

Direção:
John Francis Daley
Jonathan Goldstein

Produção:
Jason Bateman
John Davis
John Fox
James Garavente

Fotografia:
Barry Peterson

Trilha Sonora:
Cliff Martinez

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑