A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2 (“The Twilight Saga: Breaking Dawn – Part 2”, EUA, 2012) ***NOS CINEMAS***

Genre : , ,

A derradeira parte da Saga Crepúsculo é, de longe, a melhor. Não que isso signifique tanto, visto que seus antecessores foram em média sofríveis com poucos momentos apenas bons. Não que esta boa surpresa não cometa erros grosseiros de direção ou coerência do roteiro. Não que Robert Pattinson tenha aprendido a atuar de uma hora pra outra. É simplesmente por ter muito mais conteúdo e este ser infinitamente mais relevante do que tudo o que foi visto até então.

Logo de início, uma revelação que todo mundo já sabia: enrolaram durante quatro filmes para que Bella (Kristen Stewart) fosse transformada em vampira, com várias desculpas esfarrapadas e frescuras de Edward (Pattinson) para que ocorrida a transformação, nada demais tenha acontecido. Isto é, poderíamos ter economizado pelo menos duas partes dessa saga.

E se na parte 1 de “Amanhecer”, os eventos passavam em câmera lenta, neste episódio, tudo é resolvido em questão de segundos. Chega a ser cômico que o melhor ator do filme, Billy Burke (“A Garota da Capa Vermelha”), que interpreta o pai de Bella, se esforce tanto para passar a credibilidade e o sentimento necessário, sendo ele praticamente o único que consegue. Sem contar que seu personagem some da trama após ter sua parte cumprida, sendo que outros personagens como os amigos de Bella do colégio simplesmente nem dão as caras e qualquer referência das obrigações de Bella com o resto do mundo desaparecem por mágica.

Mas a história é mais épica (no sentido de mais abrangente) e interessante, quando os Volturi descobrem Renesmee, a filha de Bella, e decidem ir até a cidade dos Cullen para matar a todos. Então os Cullen devem juntar vários clãs de vampiros para enfrentar e talvez lutar até a morte com os Volturi. E convenhamos, o filme é mesmo a própria batalha em si. Tem seus bons momentos – talvez cômicos – com Jacob e Remesmee num conceito de pedofilia que só a autora dos livros poderia suavizar, mas o último ato é o que realmente conta. No meio dessa batalha, o público que não leu os livros com certeza vai se chocar e aí poderá perceber que pelo menos alguns personagens acabaram criando uma bendita afinidade consigo. Tudo bem que esse espectador também deve arrancar os cabelos quando perceber a reviravolta, mais para um anticlímax, mas que de certa forma funciona.

O que não funciona, além do comentado aqui, é ver uma tribo de vampiros do Brasil vestindo de índios e falando inglês fluente. Por outro lado, turbinaram a produção com dinheiro, pois os efeitos especiais estão excelentes, desde a Remesmee bebê, feita por animação em CGI, até a violência (e finalmente temos alguma) na batalha entre os Cullen e os Volturi. E como toda produção adolescente a trilha sonora que permeia o filme, desde a composta por Carter Burwell (“Bravura Indômita”), quanto as baladinhas pop-teen, vai deixar o público leitor da Capricho pulando nas cadeiras.

A última parte da Saga Crepúsculo termina quase como uma novela da Rede Globo, apresentando todos os personagens que fizeram a história de forma até que inspirada. Pena que a série careça de tantos elementos apenas para se tornar uma peça cinematográfica decente.
[rating:3]

Ficha Técnica

Elenco:
Kristen Stewart
Robert Pattinson
Taylor Lautner
Peter Facinelli
Elizabeth Reaser
Ashley Greene
Jackson Rathbone
Kellan Lutz
Nikki Reed
Billy Burke
Chaske Spencer
Mackenzie Foy
Maggie Grace
Jamie Campbell Bower
Christopher Heyerdahl
Michael Sheen
Lateef Crowder
Daniel Cudmore
Charlie Bewley
Billy Wagenseller
Dakota Fanning
Cameron Bright
Andrea Powell
MyAnna Buring
Casey LaBow
Mía Maestro
Christian Camargo
Omar Metwally
Andrea Gabriel
Angela Sarafyan
Rami Malek
Tracey Heggins
Judith Shekoni
John Edward Lee
Lee Pace
Patrick Brennan
Lisa Howard
Marlane Barnes
Bill Tangradi
Toni Trucks
Erik Odom
Valorie Curry
Joe Anderson
Guri Weinberg
Noel Fisher
Amadou Ly
Janelle Froehlich
Masami Kosaka

Direção:
Bill Condon

Produção:
Wyck Godfrey
Stephenie Meyer
Karen Rosenfelt

Fotografia:
Guillermo Navarro

Trilha Sonora:
Carter Burwell

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑