Amor por Acidente (“Accidental Love”)

Sabe aquele filme que de tão ruim fica bom? Não é esse o caso. Aqui é só ruim mesmo. Ele foi filmado em 2008, mas teve tanto problema que só foi lançado em 2015 e foi um fracasso monumental. Nas filmagens a produtora simplesmente não pagou ninguém, depois pagaram só o elenco, rolou briga no sindicato, desistência de diretor, roteirista e tudo de péssimo que dá para imaginar. O resultado não poderia ser outro senão a tragédia. O que é espantoso é ver tantos artistas de primeira linha que embarcaram nessa roubada.

Jessica Biel de “Uma Forma de Assassinato” é Alice que namora com Scott (James Marsden de “Sonic”) e no dia da proposta de casamento, ela sofre um acidente e fica com um prego na cabeça, o qual não é retirado devido à falta de seguro de saúde. Só que ela fica com o humor alterado por conta dos efeitos colaterais (que deveria ser parte da comédia) e então ela vai a Washington tentar aprovar uma lei que possa ajudar a todos em situações emergenciais de saúde e conhece o senador Howard (Jake Gyllenhaal do mais recente “Homem-Aranha”), um cara meio covarde e egoísta, mas que vai gostando de Alice.

Se a história é confusa, é porque é mesmo: o roteiro não se entende, as piadas se atropelam, claramente os atores estão chutando o balde (talvez até se divertindo demais) e a fotografia ainda é podre (a introdução do filme parece um projeto universitário). Chega a parecer um programa humorístico de quinta com esquetes que não tem a mais básicas continuidade ou conexão entre si.

Finalmente, a produção é tão azarada que queria passar uma mensagem política sobre o problema da falta de pronto atendimento básico para todos, porém quando foi lançado, já tinha sido aprovado no Congresso Americano o “Obamacare” que é exatamente o pleito da história.

Amor por Acidente” é um dos grandes desastres a contar com um elenco tão conhecido e ainda assim consegue errar em cada aspecto, frustrando totalmente o espectador.

Curiosidades:

– A cena do acidente do prego nunca existiu. Ela deveria ter sido filmada em separado da cena do jantar, porém no dia seguinte houve a greve da equipe de filmagem. Como é uma cena essencial (sem ela não haveria filme), a atriz Jessica Biel foi inserida digitalmente na cena, e por isso ela é tão mal feita.
– As filmagens ocorreram em 2008, foi lançado em 2015, mas o processo de edição só foi finalizado em 2013.
– O personagem de James Marsden se chama Scott propositalmente para parodiar o seu Scott Summer de “X-Men”, pois usa os óculos da mesma marca (Oakley) que o mutante.
– O diretor David O. Russell do premiadíssimo “Trapaça” ficou tão envergonhado com o resultado do filme que nos créditos ele se apresenta sob o psudônimo de Stephen Greene.

Ficha Técnica

Elenco:
Jessica Biel
Jake Gyllenhaal
James Marsden
Kurt Fuller
Tracy Morgan
Kirstie Alley
Beverly D’Angelo
Bill Hader
Jenny Gulley
Steve Boles
Darlene Hunt
Cheryl McConnell
Malinda Williams

Direção:
David O. Russell (sob o psudônimo de Stephen Greene)

Produção:
Kia Jam
Judd Payne
Matthew Rhodes

Fotografia:
Max Malkin

Trilha Sonora:
John Swihart

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑