Angry Birds: O Filme (“Angry Birds”)

Até que ele saiu atrasado, dado que o jogo desde 2009 já teve diversas versões e nada mais que 3 bilhões de downloads no mundo todo contando todas as plataformas. Em 2016 o hype do game já não é mais o mesmo, até por conta de uma concorrência que vai do tradicional Candy Crush até a novidade PokemonGO.

Mas os fãs vão se deliciar ao conhecer o mundo desses pássaros onde Red é um cara sempre mal-humorado que chega a fazer um curso de gerenciamento da raiva e conhece Chuck (o amarelo rápido), Bomb (que explode), Terence (o grandão) e Matilda (a que solta ovos). Quando os porcos chegam na ilha fingindo ser amigos, Red desconfia, mas ninguém acredita nele. Só depois que os porcos fogem com os ovos é que os habitantes da cidade se juntam para caçar os famigerados vilões verdes.

A produção é sagaz em conter todos os traços do jogo, desde ver os pássaros usando seus poderes, até os porcos com suas bugigangas, tudo isso sem comprometer uma história coesa (para os padrões despretensiosos de uma animação, é claro) e um ritmo relativamente constante. O relativamente fica por parte que algumas das características do jogo são mostradas muito mais para delírios dos fãs do que pra contribuir com a história. Tanto que às vezes sentimos a própria trama dar uma pausa para que possamos vislumbrar uma cena avulsa fazendo alusão ao jogo.

Algo quase obrigatório para cinéfilos que aqui não deixa por menos são algumas ótimas referências a alguns grandes hits e clássicos do cinema, como as irmãs espectrais de “O Iluminado” ou as fantasias da dupla de protagonista em “Medo e Delírio em Las Vegas” e até mesmo uma cena inteira dedicada ao Quicksilver “X-Men”. Na cena musical as referências também são várias como Daft Pig / Daft Punk, Steve Aoinky / DJ Steve Aoki e até a banda The Eagles numa óbvia referência.

Lógico que a história de um protagonista que inicia sua jornada deslocado e desacreditado e no final vira herói é o que mais tem nas animações por aí, mas não dá pra concordar que com o charme de Angry Birds, tudo fica mais interessante.

Curiosidades:

– Stella (Kate McKinnon) é a única que não demonstra seus poderes no filme.
– Terence (Sean Penn) não fala nenhuma palavra o filme inteiro (apenas canta).

Ficha Técnica

Elenco (Vozes):
Jason Sudeikis
Josh Gad
Danny McBride
Maya Rudolph
Bill Hader
Peter Dinklage
Sean Penn
Keegan-Michael Key
Kate McKinnon
Tony Hale
Hannibal Buress
Ike Barinholtz
Tituss Burgess
Ian Hecox
Anthony Padilla

Direção:
Clay Kaytis
Fergal Reilly

Produção:
John Cohen
Catherine Winder

Trilha Sonora:
Heitor Pereira

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑