Atentado em Paris (“Bastille Day”)

Genérico de ação, mas muito bem feito e com o cenário parisiense que fica ainda melhor. Idris Elba de “A Grande Jogada” é o agente da CIA Briar que foi designado para um caso de conspiração terrorista em Paris que pode desestruturar o governo, sendo que a única pista que ele tem é de um batedor de carteiras de araque (Richard Madden de “Rocketman”) que sem querer roubou a bomba, mas ainda assim provocou a explosão.

O diretor James Watkins de “A Mulher de Preto” recheia a produção com clichês do gênero, incluindo a relação da dupla que se odeia (Briar e o ladrãozinho) para depois se dar bem. Nesse interim, entretanto, ele conduz uma ação série sem aquelas piadinhas medíocres que fazem a história cair em descrédito.

A fluidez e ritmo também colaboram e fazem o espectador não desgrudar da cadeira, mesmo que a trama em si seja um pouco superlativa e às vezes até exagerada. Interessante como o roteiro pega uma característica dos parisienses – de fazer revoltas urbanas – e aplicam muito bem no contexto da narrativa, por mais que após servir ao propósito do filme, essa parte importante seja esquecida.

Ponto positivo também para o desenvolvimento dos protagonistas que tem habilidades importantes para a resolução da trama, mas nunca são tidos como super-homens, tal qual indica vários exemplares do gênero.

Com reviravoltas previsíveis, mas boas sequencias e seriedade compatível com a história, “Atentado em Paris” é uma diversão esquecível, mas de ótima qualidade.

Curiosidades:

– Por conta do ataque terrorista de Nice no Dia da Bastilha em 2016 (mesmo dia e mesmo tema do filme), o governo decidiu reproduzir o filme em seus cinemas, mas sem nenhum merchandising, além dos cartazes na parte interna dos cinemas.
– Richard Madden realmente aprendeu a bater carteiras com um consultor cujo nome ironicamente é Keith Ladrão.
– Para o lançamento em DVD, o filme mudou de título em inglês. Na tradução literal, nos cinemas ele se chamou O Dia da Bastilha, mas no DVD se chamou A Tomada (do ato de tomar algo de alguém), para não relembrar dos ataques terroristas.
– Quem canta a música no início e fim do filme é o próprio protagonista Idris Elba e ela se chama The Road Less Traveled.

Ficha Técnica

Elenco:
Idris Elba
Richard Madden
Charlotte Le Bon
Kelly Reilly
José Garcia
Thierry Godard
Vincent Londez
Arieh Worthalter
Mohamed Makhtoumi
Théo Costa-Marini
Jérôme Gaspard
Ismaël Sy Savané
James Stewart
James Cox
James Harris

Direção:
James Watkins

Produção:
Bard Dorros
Fabrice Gianfermi
Steve Golin
David Kanter
Philippe Rousselet

Fotografia:
Tim Maurice-Jones

Trilha Sonora:
Alex Heffes

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑