A Corrente do Mal (“Chain Letter”)

Genre :
Actor : ,
Director :
Country :

Alguns executivos de Hollywood são magos em destruir boas premissas. Lembram das correntes de e-mail que dizem que se você não repassar, algo ruim vai acontecer? Parece intrigante uma história que coloque essa lenda urbana em prática, com um serial killer que mata aqueles que não repassam a sua corrente.

Nas mãos do incompetente e desconhecido diretor Deon Taylor, a trama coloca Nikki Reed da saga “Crepúsculo” como uma adolescente que recebe a tal corrente junto com seus amigos. O roteiro minimiza a ação fazendo com que nenhum deles repasse a corrente e virem alvos fáceis pro psicopata. A explicação sobre como o psicopata consegue seguir todos os movimentos de suas futuras vítimas é tão capenga que tiveram que situar o filme na década de 90 para que supostamente as pessoas da época não entendessem muito sobre internet. O problema é que o espectador sabe muito bem. As razões do assassino são motivo de piada. E, como sempre, os jovens cabeças de vento insistem em facilitar o trabalho de quem os mata, colocando-se sempre os mais vulneráveis possível.

Contudo nada se compara à direção medíocre de Taylor. A cena onde a protagonista olha pra multidão pra ver quem fala ao celular com ela e vê que TODAS as pessoas que passam estão falando ao celular é simplesmente patética. Tão ruim quanto é a sua mania de edição jogando a cena para momentos diferentes da narrativa na tentativa de confundir o espectador. E ele consegue, só que no mal sentido.

“A Corrente do Mal” é um terror desprovido de neurônios que deve levar o público a uma comoção de ódio por ter perdido 96 minutos com essa bomba. Pra evitar que mais gente veja essa produção depauperada, basta passar essa corrente.

Ficha Técnica

Elenco:
Nikki Reed
Madison Bauer
Mark S. Allen
Phil Austin
Michael Bailey Smith
Michael J. Pagan
Matt Cohen
David Zahedian
Cherilyn Wilson
Cody Kasch
Noah Segan
Brad Dourif

Direção:
Deon Taylor

Produção:
Michael J. Pagan
Deon Taylor

Fotografia:
Vincent Gillioz

Trilha Sonora:
Philip Lee

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑