Conexão Escobar (“The Infiltrator”)

Genre : , ,
Actor : , ,
Director :
Country :
Release Date : 2016

Em tempos de “Narcos”, “Conexão Escobar” vem bem a calhar, primeiro porque parece ser até um spin off da série da Netflix, visto que a operação C-Chase, conduzida pelo agente Robert Mazur (Bryan Cranston de “Dinheiro Sujo”) foi um golpe quase fatal na rota de drogas e dinheiro de Pablo Escobar e acaba estando intimamente ligada a prisão deste. Em segundo lugar, fazia tempo que não aparecia um filme de com o tema de um infiltrador na máfia tão bem feito e que evoca clássicos como “Donnie Brasco” de 1997 ou “Scarface” de 1983.

Cranston aqui faz seu grande papel desde que a fabulosa série “Breaking Bad” acabou. Não conto com “Trumbo – Lista Negra”, pois tanto filme como ator estão medianos e burocráticos. Voltando à trama, vemos o desenrolar da operação com Robert disfarçado do mafioso Bob Muzella, e a pressão que recebe, tanto temendo pela sua morte, quanto pela reação em cadeia que chega em sua família, levando seu relacionamento para a beira do abismo.

O diretor Brad Furman de “Aposta Máxima” consegue mostrar toda essa ação, tensão e suspense com imensa autenticidade e conta muito a favor o design de produção, cenografia e figurino que posicionam com maestria nos meados dos anos 80, enquanto Furnam se sente à vontade para conduzir o elenco, além de ser preciso nas edições que ajudam a pautar os eventos sem deixar o espectador cansado com suas duas horas de duração.

Se Cranston está brilhante, John Leguizamo (“American Utra – Armados e Alucinados”) interpreta o instável parceiro do protagonista no ponto certo e Diane Kruger (“A Hospedeira”) surpreende saindo de sua mesmice habitual com a intensa agente que se torna a noiva falsa de Bob Muzella.

Talvez um dos pontos mais interessantes do roteiro e muito bem materializado é como a amizade que Robert desenvolve ao longo do filme com determinados mafiosos, mexe com ele a ponto da própria prisão parecer realmente uma espécie de traição, embaçando a linha entre o profissional e o pessoal.

Conexão Escobar” resgata em grande estilo o gênero de filme de máfia e consegue dar um saboroso gosto a fatos reais com direito a ótimos créditos finais. Recomendado!

Curiosidades:

– Há uma cena em que Kathy (Diane Kruger) diz que a tia de Robert, interpretada pela decana Olympia Dukakis merecia um Oscar pela sua atuação frente a alguns representantes da máfia. Na vida real a atriz Olympia Dukakis já ganhou o seu Oscar como atriz coadjuvante de “O Feitiço da Lua” em 1987.
– Em “Breaking Bed” mais de uma vez o personagem de Cranston, Walter White cita o livro de Robert Mazur do qual “Conexão Escobar” é adaptado.

Ficha Técnica

Elenco:
Bryan Cranston
Diane Kruger
John Leguizamo
Daniel Mays
Tom Vaughan-Lawlor
Juliet Aubrey
Olympia Dukakis
Amy Ryan
Jason Isaacs
David Horovitch
Mark Holden
Rubén Ochandiano
Yul Vazquez
Art Malik
Saïd Taghmaoui
Tim Dutton
Ashley Bannerman
Michael Paré
Carsten Hayes
Andy Beckwith
Benjamin Bratt
Elena Anaya

Direção:
Brad Furman

Produção:
Paul M. Brennan
Brad Furman
Miriam Segal
Don Sikorski

Fotografia:
Joshua Reis

Trilha Sonora:
Chris Hajian

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑