Cópias – De Volta à Vida (“Replicas”)

Geralmente os filmes de Keanu Reeves se dividem em duas categorias: superproduções que bombam nas bilheterias e acabam até virando franquias como por exemplo, “Matrix” e “John Wick”; e filmes de baixo custo que são ruins, tipo “Os Dois Lados da Justiça”, “Bata Antes de Entrar” ou “Sem Destino”. “Cópias” é um dos poucos exemplares dele que é bom, apesar de vários problemas de produção e narrativa.

Ele é Will, um cientista contratado por uma empresa de bio genética para desenvolver o processo de implantação da mente de uma pessoa (falecida) num androide, com propósitos aparentemente óbvios. Quando sua família inteira morre num acidente de carro, ele tem a louca idéia de clonar todo mundo e transplantar a mente dos originais falecidos nos novos corpos. Logicamente as implicações serão perigosíssimas.

Por incrível que pareça, a idéia em si e a maneira como ela é executada – tirando as tecnicalidades, é claro – faz sentido, inclusive a lógica por trás do processo. Mais ainda, o arco de história, a ação e até mesmo os eventos que ecoam até o desfecho são ótimos e não deixam a desejar a qualquer outra história de ficção.

Entretanto, a produção tem dois problemas fortes e, mesmo com toda boa vontade, são difíceis de não se incomodar: o primeiro é que, como obra de baixo custo, mas que exige alguns efeitos especiais imponentes, estes deixam a desejar. Logo no início quando vemos o helicóptero, percebemos de cara a montagem num CGI primário. E o androide do filme ainda é mais mal feito do que aqueles do já clássico “Eu, Robô” de 15 anos atrás (com Will Smith, lembra?).

O segundo problema está no roteiro: ele não foi pensado para abraçar todas as consequências a que o filme se propõe, mas apenas as mais básicas. O espectador com o mínimo de exigência vai fazer perguntas que o roteiro não se fez ou que achou que ninguém ia fazer, principalmente no último ato (não dá para falar mais sem dar spoilers). O diretor Jeffrey Nachmanoff de “O Traidor” até tentou conduzir da melhor forma, mas sem esses elementos cruciais da narrativa é muito difícil se chegar num resultado acima da média.

E nem vamos comentar a atuação de Reeves, já que a praia dele não é bem essa.

Cópias” até merece ser assistido pela boa premissa, mesmo que falhe em vários aspectos. E tem Keanu Reeves.

Ficha Técnica

Elenco:
Keanu Reeves
Alice Eve
Thomas Middleditch
John Ortiz
Emjay Anthony
Emily Alyn Lind
Aria Lyric Leabu
Nyasha Hatendi
Amber Rivera
Jonathan Dwayne
Luis Gonzaga
Andres Ramos
Jeffrey Holsman
Sunshine Logroño
Angela Alvarado

Direção:
Jeffrey Nachmanoff

Produção:
Lorenzo di Bonaventura
Mark Gao
Stephen Hamel
Keanu Reeves
Luis A. Riefkohl

Fotografia:
Checco Varese

Trilha Sonora:
Mark Kilian
Jose Ojeda

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑