Desespero (“The Incident”)

Genre : ,
Actor : ,
Director :
Country : , ,
Release Date : 2011

Três jovens amigos que trabalham na cozinha de um hospício são surpreendidos por uma falta de energia repentina. Como tudo que pode dar errado, acaba dando, os malucos escapam e literalmente tocam o terror pelo complexo. Com um início até que promissor, tudo levava a crer que o espectador experimentaria uma montanha russa de tensão.

Entretanto no segundo ato, a tensão passa a ser substituída pelo tédio gradativo simplesmente porque as idéias de como conduzir a narrativa parecem ter se esvaído. Prova disso é que seu ato final é mais louco que os internos do manicômio e apela para abstrações e metalinguagem sem sentido algum ou que pelo menos tenha alguma coerência com a trama.

Há sim uma carga de violência e o cinegrafista consegue enquadramentos e travellings que se acompanhados de ritmo, nem precisariam de grande sofisticação na história. Porém sem isso não passa de um mero exercício estético de uma produção independente que gostaria de virar cult. Mas nunca esteve tão longe disso. Coisa de louco, no pior dos sentidos.

Ficha Técnica

Elenco:
Rupert Evans
Kenny Doughty
Anna Skellern
Dave Legeno
Richard Brake
Eric Godon
Marcus Garvey
Darren Kent
Joseph Kennedy

Direção:
Alexandre Courtès

Produção:
Wassim Béji
Emilie Châtel
Doug Davison
Roy Lee

Fotografia:
Laurent Tangy

Trilha Sonora:
Christophe Chassol

 

1 Comment

Leave us a comment

  • Clayton
    on

    E agora? Discordo de novo. “Desespero” se dá ao trabalho de explicar mais do que o necessário em alguns pontos e pouco em outros, mas não deixa de ser um bom filme. O explicar demais, é justamente o foco dado a vida do personagem principal, talvez o único ponto que realmente merecia destaque na vida dele era sua namorada, a bem servida de dianteira Anna Skellern. O lance de “Desespero” é analisar o quanto o ambiente de trabalho pode te influenciar, ainda mais quando o caos se instala. Mortes bem bacanas, podia até ter um subtítulo “baseado em fatos reais” que ninguém iria desconfiar. Vale dar uma assistida, até mesmo para saber se vale a pena trabalhar em uma instituição dessas ou não.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑