Dois Papas (“The Two Popes”)

Genre :
Actor : , ,
Director :
Country : ,
Release Date : 2019

O brasileiríssimo Fernando Meirelles volta à parceria com Anthony Hopkins em “360” para contar a história – baseada em fatos reais – sobre a transição do Papa Bento XVI que renunciou para um novo conclave que nomeou o Para Francisco (Jonathan Pryce de “A Salvação”), natural da Argentina. Mais do que isso, conta sobre a improvável amizade que surgiu entre eles que são de correntes católicas totalmente diferentes.

O diretor e seu parceiro na fotografia César Charlone fazem o possível – e praticamente conseguem – dar uma boa dinâmica numa narrativa que é, na maior parte do tempo, a conversa entre os dois Papas. Reparem a constante mudança de angulação, saturação das lentes e até mesmo idas e vindas no tempo para que o espectador não sinta o desconforto de um mero diálogo. Se bem que a interpretação de Hopkins e Pryce está primorosa. Apesar de ambos serem naturais do País de Gales, eles interpretam um alemão e um argentino naturalmente, além de discorrerem em várias línguas como italiano e até latim. Seus diálogos são ricos e há um poderoso embate de idéias. Lembrando que a parte dos diálogos, entre outras, não são necessariamente fatos reais, mas suposições baseadas em entrevistas, discursos e enxertos da mídia.

Uma interessante história paralela que corre ao largo da trama principal é a época da ditadura argentina onde Francisco, ainda como padre, acabou por formar uma aliança com os militares que sujou seu currículo para muitos.

A condução que, à primeira vista se parece irregular, também ressoa no desconforto de Francisco que vai a Roma para pedir sua aposentadoria, mas se confronta com a surpresa de um Bento desiludido com o maior cargo da igreja católica. Independentemente da religião de cada um, é um filme que sem dúvida prega o perdão e a amizade, além de fazer seus protagonistas lembrarem que são meros humanos alçados a um cargo mundialmente relevante.

Apesar do hype altíssimo, “Dois Papas” faz um paralelo com as próprias figuras que cobre: apenas um filme, mas de bastante relevância, muito bem dirigido e com dois atores impecáveis. Talvez não mereça prêmios, mas com certeza merece indicações.

Curiosidades:

– Na época em que o Papa Francisco assumiu, rolou na Internet muitos memes comparando a foto dele com a do ator Jonathan Pryce que o interpreta nesse filme.
– Anthony Hopkins e Jonathan Pryce são exatamente 7 anos mais jovem do que seus respectivos personagens.
– O título do filme era para ser O Papa, focando no Papa Francisco. Quando Anthony Hopkins entrou no elenco seus agentes pediram para dar mais relevância a seu personagem e alterar o título para Dois Papas. Acho até que caiu melhor.
– Anthony Hopkins toca de verdade o piano. Ele é pianista desde criança. E a música que ele toca foi improvisada na hora.

Ficha Técnica

Elenco:
Anthony Hopkins
Jonathan Pryce
Juan Minujín
Luis Gnecco
Cristina Banegas
María Ucedo
Renato Scarpa
Sidney Cole
Achille Brugnini
Federico Torre
Germán de Silva
Lisandro Fiks
Libero De Rienzo

Direção:
Fernando Meirelles

Produção:
Jonathan Eirich
Dan Lin
Tracey Seaward

Fotografia:
César Charlone

Trilha Sonora:
Bryce Dessner

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑