Dor e Glória (“Dolor y gloria”)

Se em “Julieta” de 2017, o diretor Pedro Almodóvar mostrou a jornada emocional intimista de sua protagonista, em “Dor e Gloria”, ele se coloca no divã retorna ao tema com alguns interessantes toques de abstração e subjetividade.

Seu parceiro de longa data, Antonio Banderas de “A Lavanderia” é Salvador, um ex-diretor de cinema em decadência e deprimido pelos males que assolam seu corpo e sua mente. Ao reencontrar um desafeto que se torna amigo, ele acaba se viciando em heroína e passa a ter delírios de sua infância com a mãe (Penélope Cruz de “Escobar: A Traição”) e tudo o que o trouxe até seu estado atual.

O elenco está perfeito e muito bem dirigido por um Almodovar que se mantém em suas raízes de fotografia com cores vibrantes para transmitir as devidas emoções, com exceção do cenário da caverna pela aridez que passa, mas que ainda casa perfeitamente com a mensagem.

Mais interessante como ele faz uma invisível porém notável divisão em capítulos visuais, desde o início com doses de animação para explicar as condições físicas do protagonista, passando por um ótimo monólogo teatral e revezando no espaço / tempo entre infância e velhice, onde sua redenção pode morar justamente no seu passado, o que Banderas traduz de maneira sutil e visceral ao mesmo tempo desenhando uma complexidade digna de indicações.

Seu desfecho tem um simbolismo emocionante e subjetivo, além de realizar uma quebra ao quarto muro. Não deixa de ser uma própria autoanálise que Pedro Almodovar faz de sua vida e carreira.

Dor e Glória” é puro Almodovar, sabendo lidar muito bem com as emoções humanas com a fotografia e condução que lhe é peculiar. Tiro certo.

Curiosidade:
– A atriz decana Julieta Serrano interpreta a mãe Antonio Banderas em idade avançada. Ela já interpretou mais duas vezes a mãe de Banderas há mais de 30 anos em “Mulheres A Beira de Um Ataque de Nervos” em 1988 e “Matador” de 1986, ambos de Almodovar.
– Agustín Almodóvar, irmão do diretor, faz uma participação especial como um dos padres da cena do ensaio para o coral.

Ficha Técnica

Elenco:
Antonio Banderas
Penélope Cruz
Asier Etxeandia
Leonardo Sbaraglia
Nora Navas
Julieta Serrano
César Vicente
Asier Flores
Cecilia Roth
Susi Sánchez
Raúl Arévalo
Pedro Casablanc
Julián López
Eva Martín

Direção:
Pedro Almodóvar

Produção:
Agustín Almodóvar
Ricardo Marco Budé
Ignacio Salazar-Simpson

Fotografia:
José Luis Alcaine

Trilha Sonora:
Alberto Iglesias

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑