Dupla Explosiva (“The Hitman’s Bodyguard”)

Genre : ,
Actor : , , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2017

Na década de 80, o filme “Máquina Mortífera” se tornou um clássico e um marco nos filmes policiais, não só porque colocou elementos cômicos (praticamente uma comédia) sem deixar a essência de tensão, além de ter muita violência explícita (e a censura era 16 anos), como também institucionalizou o conceito da dupla que se odeia, mas se ama, na época com o ainda jovem Mel Gibson e seu parceiro Danny Glover.

Se “Dupla Explosiva” não tem o mesmo impacto porque estamos em outros tempos e não é bem uma novidade em conceito, ele ganha por ter a mesma qualidade e um química difícil de alcançar. Ryan Reynolds (“Vida”) é Michael um guarda-costas de elite que depois de um serviço mal sucedido, vai ao fundo do poço, inclusive se divorciando do amor de sua vida, Amelia (Elodie Yung de “Deuses do Egito” mais conhecida como a Electra da série “Demolidor”). Até que um dia ela pede sua ajuda para levar com segurança o matador profissional Kincaid (Samuel L. Jackson de “Kite: Anjo da Vingança”) para depor num tribunal contra um ditador russo (Gary Oldman de “O Espaço Entre Nós”). Então eles têm que chegar inteiros tentando escapar de todos os vilões que estão atrás deles e, pra piorar, eles tem uma história pregressa onde um tentou matar o outro e portanto eles precisam não se matar também.

O roteiro é bem construído, o que faz a dinâmica dos personagens parecer orgânica, mas nada se compara à química entre Reynolds e Jackson. Primeiramente no nível de desenvolvimento de personagens, um é o inverso do outro: Michael se preocupa e planeja toda a segurança, enquanto Kincaid é ousado e brilhante no que faz. E o tempero da rivalidade entre os dois é o gatilho para as discussões acaloradas e engraçadíssimas onde se basta ver apenas os dois em ação.

Falando em ação, isso também não falta. E mesmo que o diretor Patrick Hughes de “Os Mercenários 3” às vezes exagere nas edições, confundindo geograficamente as cenas, o espectador provavelmente vai apreciar e ficar grudado na cadeira.

Ainda falando da dupla de protagonistas, enquanto alguns atores usam sua persona habitual como muletas, Reynolds e Jackson potencializam essa persona para soar crível e caricato ao mesmo tempo, fazendo o humor exponencial. A piada sobre quantas vezes o personagem de Jackson fala “motherf*cker” e como ele está até estragando o uso dessa expressão é impagável.

Dupla Explosiva” põe a qualidade desde o roteiro até a narrativa e acerta em cheio com a dupla Reynolds e Jackson que é sim explosiva e engraçadíssima.

Curiosidades:

– Há uma cena em que Kincaid (Samuel L. Jackson) sacaneia Michael (Reynolds) sobre ele ter sido um guarda costa de elite Triplo A, trocando a letra e falando Triplo X. Foi uma piada interna porque Jackson interpretou justamente o recrutador do filme “Triplo X” com Vin Diesel.
– Samuel L. Jackson fala 122 palavrões no filme inteiro.
– No final dos créditos, a música Nobody Gets Out Alive é cantada inteiramente por Samuel L. Jackson.
– Na cena em que Michael segue Kincaid comprando flores no último ato, dá pra ver um personagem vestido com o figurino idêntico a Logan. Foi uma pequena homenagem que Ryal Reynolds quis fazer ao amigo e eterno Wolverine Hugh Jackman.
– Há um pôster sensacional parodiando o icônico “O Guarda Costas” (e tem paródia no trailer também). Veja só:

Ficha Técnica

Elenco:
Ryan Reynolds
Samuel L. Jackson
Gary Oldman
Salma Hayek
Elodie Yung
Tine Joustra
Sam Hazeldine
Joaquim de Almeida
Chris Brazier
Alan McKenna
Richard E. Grant
Rod Hallett
Yuri Kolokolnikov

Direção:
Patrick Hughes

Produção:
David Ellison
Mark Gill
Dana Goldberg
Matthew O’Toole
John Thompson
Les Weldon

Fotografia:
Atli Örvarsson

Trilha Sonora:
Jules O’Loughlin

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑