Exorcistas do Vaticano (“The Vatican Tapes”)

Genre :
Actor : , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2015

Será que chegamos no tempo em que não há mais criatividade para se fazer algum filme de terror (ou de qualquer gênero) digno de uma exibição no cinema? Porque esta produção em cartaz atualmente pega um tema já massacrado à exaustão (exorcismo) com uma abordagem mais do que batida (mistura de filmagem em terceira pessoa com câmera em primeira pessoa pessimamente excecutada).

Simples assim: num belo dia baixa a pomba gira em Angela (a gatinha desconhecida Olivia Taylor Dudley). Daí seu pai e namorado passam um perrengue pra entender o que está acontecendo, até a chegada do Padre Lozano (Michael Peña de “O Homem Formiga”) que desconfia do óbvio: que forças sobrenaturais estão agindo. Não há uma cena que não tenha sido plagiada de qualquer outro filme já visto, desde o clássico “A Profecia” até o podre “Filha do Mal”. Aliás este último é praticamente uma variação de “Exorcistas do Vaticano” ou poderia até ser considerado narrativamente uma prequel.

O diretor Mark Neveldine, responsável por um dos piores filmes de Nicolas Cage, “Motoqueiro Fantasma” (ok, o pior continua sendo “O Apocalipse”), deve ter algum TOC de edição que parece não deixar um enquadramento durar mais que 5 segundos. O filme tem tanto corte que parece uma novela.

O mais frustrante é que o desfecho tenta dar uma dimensão maior ou até mesmo ensaiar uma continuação, mas só consegue soar raso, vazio e inacabado. Com pouquíssimos sustos, “Exorcistas do Vaticano” começa errado desde o título. Agora é rezar pra não inventarem outra picaretagem dessas.

Ficha Técnica

Elenco:
Olivia Taylor Dudley
Michael Peña
Dougray Scott
John Patrick Amedori
Djimon Hounsou
Kathleen Robertson
Alison Lohman
Michael Paré
Tehmina Sunny
Bruno Gunn
Daniel Bernhardt
Cas Anvar
Noemi Gonzalez

Direção:
Mark Neveldine

Produção:
Chris Cowles
Gary Lucchesi
Chris Morgan
Tom Rosenberg

Fotografia:
Gerardo Mateo Madrazo

Trilha Sonora:
Joseph Bishara

 

3 Comments

Leave us a comment

  • Juan
    on

    isso é cinecriticas ou cineopiniãodoautor ? e sério que você usou o titulo do filme em português ? sabia que o titulo em inglês não tem nada a ver com a nossa versão ? “falta de criatividade”, você bem esta querendo dizendo que o final foi clichê…
    “tema já massacrado à exaustão (exorcismo) ” com essa aqui já deu.

    • Marco
      on

      “Crítica”. ahahahaha. Provavelmente não assistiu. E se assistiu, uma dica: crítica não é o seu forte. “Baixa a pomba gira”. Tentando desdenhar de algo que não entendeu é foda demais. Desdenhar faz você parecer inteligente. Compreensível. Nunca tinha visto um filme que aborda o nascimento do anti-cristo, deixando em aberto tudo o que ele traria de bom ou ruim para a humanidade.Não é apenas um filme sobre exorcismo. Não entendeu, não resenhe, fera. 😉

    • Aldo
      on

      Não entendi porque da ofensa. Você dirigiu o filme. Se discorda, coloque as suas discordâncias, mas desdenhar de mim te faz parecer inteligente? Vou te dar um conselho, “fera”: na “minha casa” eu resenho o que eu quero. Então abra um blog e escreva a sua crítica. A propósito, esse seu e-mail, trashcan, me disse muito sobre você. Fera…

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑