Final Feliz (“Happy End”)

O cineasta alemão Michael Haneke do premiado “Amor” faz um pesado drama sobre uma família disfuncional burguesa da França.

A produção é forte pelo seu poder de sugestão. Seu início tem um impacto brutal sem dizer praticamente nada e mostrar pouquíssimo de uma câmera de celular.

Então a pequena Eve (Fantine Harduin) vai morar na casa da família de seu pai Thomas (Mathieu Kassovitz de “A Toda Prova”), cujo o idoso pai George (Jean-Louis Trintignant que já trabalhou com o diretor em “Amor”) está com depressão e cuja irmã Anne (Isabelle Huppert de “Obsessão”) tem sérios problemas com o filho e ainda precisa salvar a empresa da família e preparar o próprio casamento com o banqueiro Lawrence (Toby Jones de “O Homem que Viu o Infinito”). Só que existem vários outros segredos obscuros que permeiam essa família.

Com um roteiro perspicaz, a abordagem narrativa é nunca revelar todo o cenário de uma vez. Reparem que a edição vai mudando o enfoque de personagens como se dessem peças aleatórias de um quebra cabeça para que o expectador consiga montar a partir do que ele ainda não viu. Por exemplo, alguns personagens tomam certas atitudes radicais que são assumidas pelo espectador após a ação ou então através de pedaços de cenas que somente depois de conectadas pelo público, fazem sentido e preenchem a história ausente.

Além disso, a edição é seca e pesada. Mesmo num drama ela se mostra tensa e os cortes chegam mostrando o outro lado da narrativa como se o quebra cabeças da trama fosse montado pelas suas extremidades e convergindo para o centro.

O elenco está afinado e cada personagem exibe um estilo diferente. Aliás, a atriz mirim Fantine Harduin não só surpreende pela atuação como é a chave e participa de algumas das cenas mais fortes, incluindo o clímax que infere que mesmo com o quebra cabeça montado, a “dor de cabeça” está longe do fim.

Final Feliz” é um drama psicológico que deixa o espectador preso na cadeira com atenção máxima e choca mais pelo que se subentende do que pelo que se ver no melhor estilo da linguagem do cinema.

Ficha Técnica

Elenco:
Isabelle Huppert
Jean-Louis Trintignant
Mathieu Kassovitz
Fantine Harduin
Franz Rogowski
Laura Verlinden
Aurélia Petit
Toby Jones
Hille Perl
Hassam Ghancy
Nabiha Akkari
Joud Geistlich
Philippe du Janerand
Dominique Besnehard

Direção:
Michael Haneke

Produção:
Margaret Ménégoz

Fotografia:
Christian Berger

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑