Haunter

Genre : ,
Actor :
Director :
Country : ,
Release Date : 2013

Vincenzo Natali fez um dos grandes clássicos do terror B em 1997 chamado “O Cubo”. Sete anos depois ele volta com uma história tão inventiva quanto. Só é uma pena o budget ser tão curto, o que não o deixou fazer uma produção de alto nível.

Só que a idéia é tão boa e com tantas reviravoltas que é até difícil escrever a sinopse sem revelar muito. Mas vamos lá: Abigail Breslin de “Álbum de Família” é Lisa, uma jovem que está presa no tempo, isto é, no mesmo dia, justo na véspera de seu aniversário. Essa premissa já foi visitada por exemplo por Tom Cruise em “No Limite do Amanhã” e lá atrás por Bill Murray em “Feitiço do Tempo”. Entretanto a explicação aqui é totalmente diferente. A narrativa é tão intrigante que a maneira que o espectador fica sabendo disso num diálogo quase corriqueiro é de uma sacada ótima.

Continuando: só ela sabe disso. Seus pais não sabem. E Lisa também começa a escutar barulhos pela casa que podem ser fenômenos sobrenaturais. Então ela decide desvendar o mistério de sua vida em looping antes que uma presença maligna consiga seu objetivo. O gerador de tanto suspense é a quantidade de perguntas que a trama precisa responder, o que até pode torna-la um pouco confusa. Mas vale a pena: o roteiro consegue retornar com todos os esclarecimentos e amarra todas as pontas, o que é um grande feito para um gênero que costuma abandonar a lógica no último ato, mesmo com a melhor das premissas. E todas, ou pelo menos a maioria das respostas, são geniais.

O elenco comprou a idéia e faz com que o espectador crie a afinidade necessária com a família. E por isso as revelações que se seguem conseguem agarrar o público pelo pescoço, deixando uma boa carga de agonia e tensão. Breslin tira de letra seu papel e dá credibilidade à personagem.

É claro que a uma deficiência técnica pela falta de verba, como já citado, o que às vezes passa a impressão de uma produção mais mambembe, mas que faz o possível para contornar o problema de recursos com criatividade.

Haunter” deve ser um daqueles filmes subestimados por muito tempo, até que o descubram. Então corre que é um tiro certo.

Curiosidade: É interessante como graficamente “Haunter” termina de forma muito semelhante a “O Cubo”.

Ficha Técnica

Elenco:
Abigail Breslin
Peter Outerbridge
Michelle Nolden
Stephen McHattie
Peter DaCunha
Samantha Weinstein
Eleanor Zichy
David Hewlett
Sarah Manninen

Direção:
Carlos Saldanha

Produção:
Steven Hoban

Fotografia:
Jon Joffin

Trilha Sonora:
Alex Khaskin

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑