Homem de Ferro 3 (“Iron Man 3”)

O diretor Shane Black já dirigiu Robert Downey Jr. no adorável “Beijos e Tiros” e foi escolhido para o desafio de dirigir um filme de super herói, depois que Jon Favreau preferiu abdicar da direção por conta da agenda e ficar apenas como o personagem Happy Hogan, guarda costas de Stark. Só que ao invés de incorporar seu estilo cínico e cheio de referências em “O Homem de Ferro 3”, ele praticamente fez da história de Stark, um novo “Beijos e Tiros”.

Com doses cavalares de comédia e, algumas vezes chegando a ter um espírito infantil, ele começa a narrativa com o improvável sucesso da década de 90 Blue, do Eiffel 65 para um retrospecto que dará origem à trama atual, tudo narrado pelo protagonista, o que tira um pouco da sensação de perigo, já que assim subentende-se que ele vive para contar a história. Após os acontecimentos de “Os Vingadores”, Tony Stark começa a ter crises de insônia e de pânico que prejudicam a sua relação com Pepper (Gwyneth Paltrow), até que surge um terrorista chamado Mandarin (Ben Kingsley de “O Ditador”) e ele vai ter que enfrentar muito mais do que pensa.

Quem vê o trailer e espera um filme intenso e forte, vai se decepcionar. Ao fim e ao cabo, “Homem de Ferro 3” é feito pra rir. E dessa vez a culpa não é do delicioso cinismo do protagonista, mas da condução do diretor mesmo. A quantidade de piadas em momentos improváveis que deveriam ser tensos deve desagradar e muito os fãs da série, porém não deve afetar quem vai atrás de diversão descompromissada. As sequências em que Stark contracena com um ator mirim é praticamente uma homenagem aos filmes de Steven Spielberg, inclusive com o óbvio desfecho dessa subtrama. A que deveria ser a maior fraqueza do herói – suas crises de pânico – são irrelevantes e nunca afetam momentos decisivos, resumindo-se em uma mera artificialidade dramática.

Outro aspecto que pode ir contra a idéia de muitos é que o Homem de Ferro aqui é um mero coadjuvante, visto que o roteiro é totalmente centrado em Tony Stark, o que deve ter agradado Robert Downey Jr. Assim, as cenas de ação que em tese dariam o tom do filme são escassas, mesmo que conduzidas de forma impecável. Fica a impressão de ser um filme de ação genérico com a participação do Homem de Ferro. Mesmo assim o filme traz duas reviravoltas impagáveis, uma delas sobre o Mandarim (não se iludam, tudo descamba para a comédia) e que merece créditos pela criatividade de seus roteiristas. E não deixem de ver a engraçadíssima cena após os créditos finais com a participação de um personagem muito especial.

Como filme de ação, “O Homem de Ferro 3” é uma ótima comédia.

Ficha Técnica

Elenco:
Robert Downey Jr.
Gwyneth Paltrow
Don Cheadle
Guy Pearce
Rebecca Hall
Jon Favreau
Ben Kingsley
James Badge Dale
Stephanie Szostak
Paul Bettany
William Sadler
Dale Dickey
Ty Simpkins
Miguel Ferrer

Direção:
Shane Black

Produção:
Kevin Feige

Fotografia:
John Toll

Trilha Sonora:
Brian Tyler

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑