Imperador (“Emperor”)

Genre :
Actor : , ,
Director :
Country : ,
Release Date : 2012

Muitos filmes falam de guerra, mas poucos falam do pós-guerra e aqui – tirando o contexto amoroso – é um ótimo início para se falar do assunto. Após a vitória dos EUA na 2ª Guerra Mundial, “coroado” com a bomba atômica que dilacerou a nação japonesa, uma comitiva militar americana chega a Tókio para “reconstruir” (vejam as aspas) o país e responsabilizar os ditos autores da entrada do Japão na guerra, o que pode incluir o próprio imperador japonês.

Assim o General Fellers (Matthew Fox de “A Sombra do Inimigo” e alçado ao estrelado pela série “Lost”) é encarregado de conduzir uma investigação de 10 dias para prender os responsáveis e verificar se o imperador tem culpa no cartório. Ele tem três problemas: 1) se acusar o imperador, pode haver uma revolta no Japão; 2) Seu chefe, o General McArthur (Tommy Lee Jones de “Mente Criminosa”) só quer saber de suas pretensões políticas e quer jogar Fellers no fogo; 3) O protagonista também foi ao Japão com segundas intenções, para procurar seu amor da juventude, Aya (Eriko Hatsune), que pode ou não ter perecido na guerra.

Inspirado por fatos reais, o diretor Peter Webber (“Hannibal – A Origem do Mal”) mostra com riqueza épica e sem precisar de muitos efeitos especiais e com a belíssima fotografia de Stuart Dryburgh (que fez outro ótimo trabalho em “A Vida Secreta de Walter Mitty”) o estado de destruição e pobreza do Japão e principalmente seu povo passando necessidades e divididos entre o conformismo, indignação e devoção ao imperador. Ele também consegue revezar bem o contexto político do contexto amoroso – o romance entre Fellers e Aya – e entrelaça-los dando coesão a uma história só mesmo que caminhem paralelas.

Se Fox está correto no papel Tommy Lee Jones rouba todas as cenas como o matreiro general e sua cena no terceiro ato é quase uma aula de interpretação do decano ator. “Imperador” mostra uma importante parte da história e digna de ser contata, de forma honesta mesmo que seja pelos vencedores da guerra, e com alto padrão de design de produção. Quase uma pérola escondida.

Curiosidades:

– O filme começa e termina com Fellers (Mathew Fox) num bambuzal. Lost começa e termina com o personagem de Mathew Fox num bambuzal.
– Toda a parte política é fiel aos fatos, porém a parte amorosa não. Fellers era casado e Aya nunca teve um romance com ele. Na verdade ela, chamada Yuri, era uma amiga de longa data do casal que realmente estava desaparecida quando Fellers chegou ao Japão para sua missão.

Ficha Técnica

Elenco:
Matthew Fox
Tommy Lee Jones
Eriko Hatsune
Toshiyuki Nishida
Masayoshi Haneda
Kaori Momoi
Colin Moy
Masatoshi Nakamura
Masatô Ibu
Isao Natsuyagi
Takatarô Kataoka
Aaron Jackson

Direção:
Peter Webber

Produção:
Gary Foster
Russ Krasnoff
Yôko Narahashi
Eugene Nomura

Fotografia:
Stuart Dryburgh

Trilha Sonora:
Alex Heffes

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑