Jexi, um Celular Sem Filtro (“Jexi”)

Genre :
Actor : , , , , , ,
Director : ,
Country :
Release Date : 2019

Pode-se dizer que “Jexi” é uma espécie de versão comédia do clássico “Amores Eletrônicos” de 1984, só que atualizado na versão mobile de 2020.

O engraçadinho Adam Devine de “Megarrromântico” é Phil, que não consegue viver desconectado do seu celular, sendo um introvertido sem amigos. Quando ele compra um novo, a nova assistente pessoal do celular dele, Jexi (um cover da Siri), prova ser meio maluca e o põe em várias confusões. As coisas ficam mais complicadas quando ele se apaixona pela descolada Cate (Alexandra Shipp de “Shaft”).

A dupla Jon Lucas e Scott Moore responsáveis pela franquia “Perfeita é a Mãe” volta com exatamente o mesmo tipo de humor, só que com uma pegada mais original devido à premissa e um protagonista que engrena a partir da metade do filme, já que na primeira Levine parece exagerar muito em seus trejeitos, amplificando estereótipos que poderiam ser mais suavizados e por isso mesmo, mais engraçados.

Já Alexandra Shipp está na medida certa desde o início e o espectador vai ficar se perguntando o que sua personagem viu em Phil, justamente pela demora no ajuste de Levine.

Independente do momento, a voz de Jexi consegue ser a principal atração – feita por Rose Byrne de “A Intrometida” – e tem as melhores piadas. Inclusive às vezes bem melhores que as dos personagens de carne e osso como o chefe de Phil, interpretado por um Michael Peña (“Dora e A Cidade Perdida”) que também exagerou na dose (pelo menos ele se salva na cena pós créditos).

O roteiro explora bem as possibilidades do que a tecnologia pode fazer com uma assistente meio sociopata e não deixa com que as cenas absurdas se tornem questionáveis, o que por si só já é um mérito.

Jexi” é pura diversão sem exigências e preocupações com mais risadas do que incômodos.

Curiosidades:

– Na cena em que Phil tira uma nude, ele tá usando meias grandes pra disfarçar uma cicatriz feia que o ator teve em um acidente quando criança.
– O filme era para se chamar “Lexi”, mas estava tendo problema com direitos autorais. O primeiro dia de filmagens, Adam Levine chegou pro diretor e perguntou: “Que tal se chamar Jexi?” E assim nasceu o título do filme.
– O apartamento do protagonista é no mesmo prédio onde foi filmado “Venom”.
– Rose Byrne gravou suas falas depois das filmagens. Durante, Adam Levine estava com um ponto na orelha onde outra pessoa dizia as falas de Jexi. Às vezes o ponto incomodava e ele atuava sem escutar nada.

Ficha Técnica

Elenco:
Adam Devine
Alexandra Shipp
Rose Byrne
Ron Funches
Charlyne Yi
Michael Peña
Wanda Sykes
Kid Cudi
Justin Hartley
Richard Harder
Ray Reinhardt
Diana Jackson
Aaron Wilton

Direção:
Jon Lucas
Scott Moore

Produção:
Suzanne Todd

Fotografia:
Ben Kutchins

Trilha Sonora:
Christopher Lennertz
Philip White

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑