Mãos de Pedra (“Hands of Stone”)

Biografia muito bem feitinha sobre um lutador pouco comentado no meio, o panamenho Roberto Durán que no fim da década de 70 e início dos anos 80 foi o lutador mais proeminente de sua categoria, chegando a derrotar o quase imbatível na época, Sugar Ray Leonard (ele aqui é interpretado pelo cantor Usher).

Edgar Ramírez de “Bright” faz Durán e a produção mostra sua história desde criança pobre até seu sucesso como lutador e foca principalmente na fase onde conhece seu melhor treinador Ray Arcel (Robert De Niro de “Tirado o Atraso”), focando também no seu relacionamento com sua esposa Felicidad (Ana de Armas de “Blade Runner 2049” simplesmente apaixonante).

O arco narrativo não deixa de replicar a trajetória mais comum desse tipo de biografia: vem da pobreza >> faz sucesso lutando >> sucesso sobe a cabeça >> destrói seu trabalho e balança seu casamento >> encontra a redenção no fundo do poço. Por outro lado, a condução da história, mesmo que burocrática, teve um design de produção de primeira linha e usou clichês de forma moderada e que funcionaram dentro do contexto.

As atuações foram também um ponto alto: enquanto Ramirez abraçou seu papel com a voracidade necessária, De Niro mostra porque ainda é um mestre com essa boa surpresa de sair das comédias fáceis para um papel mais sério, principalmente quando seu personagem foge um pouco de sua persona de “chefe” para já se tornar um senhor alquebrado com a idade avançada. Ana de Armas também está correta, sem falar que sua beleza exponencial rouba qualquer cena.

Já o principal ponto a melhorar é as cenas de luta que parecem ter sido negligenciadas, mostrando cortes rápidos e sem nenhuma tensão ou com uma abordagem mais explícita. O espectador simplesmente não se conecta e a as sequencias são apenas pro forme para que o resultado venha a seguir.

Mãos de Pedra” é um bom drama com ótimas atuações, história cativante, se bem que previsível, e só peca por ser meio amarrado a não mostrar o melhor do tema que aborda: o boxe.

Curiosidades:

– Robert De Niro conheceu seu personagem Ray Arcel nas filmagens de “Touro Indomável” em 1980.
– O mafioso interpretado por John Tuturro (“Amante a Domicílio”) foi a inspiração para o personagem mafioso também de Touro Indomável.
– Atualmente Roberto Durán tem um restaurante em Panamá com sua esposa e de vez em quando gosta de cantar no karaokê de lá.
– Rubén Blades de “Protegendo o Inimigo” faz o papel de empresário de Roberto Duran compôs e cantou muitas das músicas da trilha sonora do filme.
– A filha de Robert De Niro no filme é a filha dele de verdade.

Ficha Técnica

Elenco:
Edgar Ramírez
Robert De Niro
Usher Raymond
Rubén Blades
Ana de Armas
Pedro Perez
Óscar Jaenada
John Turturro
Ellen Barkin
Jurnee Smollett-Bell
Yancey Arias
Drena De Niro
Ilza Ponko
Anthony Molinari
Rick Avery

Direção:
Jonathan Jakubowicz

Produção:
Carlos Garcia de Paredes
Claudine Jakubowicz
Jonathan Jakubowicz
Jay Weisleder

Fotografia:
M.I. Littin-Menz

Trilha Sonora:
Angelo Milli

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑