Natal Sangrento (“Black Christmas”)

O filme de terror mais babaca do ano é uma releitura do clássico de 1974 “Noite de Terror” e que foi refilmado em 2006 com o título “Natal Negro”, sendo que no original em inglês, os três dividem o mesmo título. A essência desses é a mesma: assassino ataca o prédio de uma fraternidade.

Mas a diretora Sophia Takal que fez um dos curtas de “V/H/S” conseguiu destruir e desmoralizar completamente essa produção. Não sei como a jovem, mas já experiente Imogen Poots de “Vivarium” conseguiu embarcar nessa barca furada onde ela é uma espécie de protagonista e junto com suas amigas de fraternidade precisam escapar ou eliminar a ameaça.

Se nos demais filmes a ameaça era um psicopata tradicional (sem spoilers), aqui isso vira uma alegoria de Carnaval em que o terror passa longe e se transforma numa espécie de comédia de humor negro com a bandeira do feminismo, mesmo que não exista nenhum contexto para tal. Aliás, o machismo – que é o grande vilão – é representado de forma tão risível que o espectador deve imaginar estar de frente a uma paródia mal feita de um filme de terror.

Pra piorar, os efeitos especiais são péssimos e não há a mínima violência. Aliás, a violência é típica de uma Sessão da Tarde, beirando o patético. Aparentemente quiseram que o filme fosse censura livre e entraram pelo cano. Nem sangue puderam mostrar, colocando um líquido negro em seu lugar (quem tiver o azar de ver filme, vai entender o porque).

Infelizmente não é possível “desver” “Natal Sangrento” que é uma mancha fétida eterna na carreira de todos os que participaram disso.

Curiosidades:

– O nome das personagens principais Riley, Marty, Kris, e Jesse foram propositalmente nomes unissex.
– O endereço da casa da fraternidade onde acontecem os eventos é na Rua Elm, em homenagem ao endereço dos eventos do clássico “A Hora do Pesadelo” na rua de mesmo nome.
– O primeiro assassinato visto no filme, foi baseado num caso real que nunca foi solucionado.
– A cena em que uma personagem procura seu gato foi uma homenagem a “O Exorcista III” que tem uma cena igual.

Ficha Técnica

Elenco:
Imogen Poots
Aleyse Shannon
Lily Donoghue
Brittany O’Grady
Caleb Eberhardt
Cary Elwes
Simon Mead
Madeleine Adams
Nathalie Morris
Ben Black
Zoë Robins

Direção:
Sophia Takal

Produção:
Jason Blum
Ben Cosgrove

Fotografia:
Mark Schwartzbard

Trilha Sonora:
Brooke Blair
Will Blair

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑