O Abrigo (“The Divide”)

Um grupo de pessoas assiste uma espécie de ataque nuclear em Nova York. Eles então se refugiam no porão de um prédio, feito de abrigo pelo seu síndico paranoico Mike (Michael Biehn de “Espíritos Famintos”). O tempo passa, o grupo fica preso, racionando água e comida e isso começa a atacar seu psicológico, levando o grupo ao limite.

O filme dirigido por Xavier Gens, do ótimo “(A) Fronteira”, era uma boa promessa, mesmo sendo claramente um filme B. Com um bom início e efeitos digitais modestos, mas eficazes, ele estabelece uma boa dinâmica do grupo que vai se deteriorando.

Infelizmente após a metade da projeção, o roteiro desanda, transformando os personagens em meras caricaturas de si mesmos sendo segurados unicamente pela direção. Outro ponto importante que a história parece esquecer é do próprio fenômeno que deu origem ao ataque: num momento há fortes indícios do que pode ser, mas no seu desfecho, tudo some de forma fisicamente impossível (não quero dar spoilers e, portanto não vou me aprofundar).

O elenco é corajoso em todos os momentos, apresentando o pior das suas personalidades. Uma pena que existam diálogos tão sofríveis depois do segundo ato que estragam a performance principalmente dos mais exagerados.

O Abrigo” tem algumas boas cenas, mas elas se perdem da mesma forma que a lógica da história se perde. Uma promessa que não se cumpre.

Ficha Técnica

Elenco:
Lauren German
Michael Biehn
Milo Ventimiglia
Courtney B. Vance
Ashton Holmes
Rosanna Arquette
Iván González
Michael Eklund
Abbey Thickson
Jennifer Blanc

Direção:
Xavier Gens

Produção:
Ross M. Dinerstein
Juliette Hagopian
Nathaniel Rollo
Darryn Welch

Fotografia:
Laurent Barès

Trilha Sonora:
Jean-Pierre Taieb

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑