O Mau Exemplo de Cameron Post (“The Miseducation of Cameron Post”)

Genre :
Actor : , , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2018

Desiree Akhavan é ativista pela equidade da identidade de gênero e em Hollywood tem como seus trabalhos a série de TV “A Bissexual” onde ela dirige e atua. Ela, que já teve uma boa participação no terror “Creep 2”, conseguiu em “O Mau Exemplo de Cameron Post”, expressar sua posição de uma forma interessante e que faz refletir sem ser agressiva ou apelativa.

Chloë Grace Moretz que recentemente participou do terror “Suspiria: A Dança do Medo”, é a jovem Cameron, que em 1993, perto de sua formatura é pega com uma outra menina e levada para um centro de terapia religiosa para jovens com o que eles denominam de “confusão de gênero”.

A produção retrata a rotina dela e dos demais participantes da terapia – todos jovens – e como eles se esforçam / reprimem / revoltam diante de uma doutrina que não entende o tema da difusão do gênero e a trata como um pecado.

O diferencial é que na essência a diretora foge dos lugares comuns: os donos do retiro religioso, apesar de em alguns momentos serem retratados como vilões, na verdade são pessoas que querem o bem dos jovens e tentam aplicar (em vão) suas doutrinas religiosas como remédio para o que eles pensam ser uma doença. A própria história do irmão da diretora diz muito sobre a natureza dessa consciência de que ser gay é pecado, mas sem nunca demonizar os jovens.

Por outro lado, a protagonista passa longe de ser uma simples rebelde e realmente entende a missão do lugar, mesmo sabendo que podem estar equivocados quanto ao seu propósito e, em certos momentos até se questiona da sua própria verdade. Esse cuidado com a história e os personagens deixam a obra com um pé bem fincado na realidade, fazendo com que o espectador se conecte com todos os eventos naturalmente e, independente de sua ideologia, entenda as ações e reações da obra.

Baseado no livro homônimo de Emily M. Danforth, “O Mau Exemplo de Cameron Post” é intimista e singelo, que mostra e questiona uma realidade que persegue e às vezes maltrata até hoje gente como a gente e que precisa ter sua identidade reconhecida.

Curiosidades:

– Há uma cena em que uma personagem diz que a doutora era igual a mãe de “Carrie – A Estranha”. Chloë Grace Moretz foi a protagonista do remake desse clássico do terror.
– O vídeo da ginástica evangélica é real e foi concebido na década de 90.
– Foi o primeiro vencedor do Festival de Sundance que, em 25 anos, não recebeu investimento imediato para a sua distribuição.

Ficha Técnica

Elenco:
Chloë Grace Moretz
Sasha Lane
Forrest Goodluck
Melanie Ehrlich
Owen Campbell
Steven Hauck
Quinn Shephard
Kerry Butler
Dalton Harrod
McCabe Slye
John Gallagher Jr.
Emily Skeggs
Marin Ireland
Christopher Dylan

Direção:
Desiree Akhavan

Produção:
Michael B. Clark
Cecilia Frugiuele
Jonathan Montepare
Alex Turtletaub

Fotografia:
Ashley Connor

Trilha Sonora:
Julian Wass

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑