O Procurado (“Wanted”, EUA / Rússia, 2008) ***NOS CINEMAS***

Genre :

[youtube 10WKZKokFV4]

Ao contrário da resenha de “Não Estou Lá“, feita cronologicamente anterior a esta, “O Procurado” atinge aquele que procura diversão dentro do cinema. E aí sim ele encontra o produto perfeito, por unir ação e inteligência.

Baseada na HQ homônima escrita por Mark Millar e ilustrada por J.G. Jones, somos apresentados a Wesley Gibson (James McAvoy de “Desejo e Reparação“), um Zé Ninguém. Contador sempre insultado pela sua chefe, com uma namorada que o trai com seu melhor amigo e ainda por cima nunca tem um tostão furado. É quando ele recebe a visita de uma morena fatal (e quem mais fatal que Angelina Jolie de “A Lenda de Beowulf“?) que revela sua verdadeira origem: ele é filho de um dos melhores assassinos profissionais do planeta e herdou dons que podem lhe dar habilidades que desafiam as leis da física. Deve se juntar a uma irmandade de super matadores para ajudar a matar que eliminou seu pai.

Daí seguem-se cenas de ação nunca antes imaginadas com efeitos especiais irretocáveis que põem adrenalina total na platéia. Ah, mas tem muitas mentiras? E como! Mas aí que entra a sacada genial do roteiro: desde o início o filme se coloca num clima surreal, dando a entender uma realidade alternativa (Ex: a cena do caixa eletrônico, a cena do teclado de computador, etc). Dessa maneira, fica muito mais fácil de aceitar as mentiras no meio da ação desenfreada. Assim ele escapa do ridículo de se levar a sério como em “Remo – Desarmado e Perigoso” e também evita ser uma paródia como em “Mandando Bala“.

E ainda tem o bônus de não poupar na violência, o que vai agradar os fãs do realismo. Aliás o efeito da bala na cabeça é um dos melhores! Mesmo com alguns clichês Hollywoodianos do gênero, “O Procurado” acerta em cheio como a melhor diversão do cinema atual nesse mês.

[rating:3.5]


Ficha Técnica

Elenco:
James McAvoy
Morgan Freeman
Angelina Jolie
Terence Stamp
Thomas Kretschmann

Direção:
Timur Bekmambetov

Produção:
Jim Lemley
Jason Netter
Marc E. Platt
Iain Smith

Fotografia:
Mitchell Amundsen

Trilha Sonora:
Danny Elfman

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑