O Resgate (“Stolen”, EUA, 2012) ***NOS CINEMAS***

Genre : ,

Se Hollywood fosse uma farmácia, Nicolas Cage seria o remédio genérico. Aceitando qualquer papel que apareça pelo caminho, ele aqui é Will, um especialista em roubos (que mais tarde vai se revelar exímio lutador e quase indestrutível) que num trabalho, desentende-se com seu parceiro Vincent (Josh Lucas de “Daydream Nation”) e por conta disso acaba preso sem o dinheiro, enquanto Vincent escapa, mas com um tiro na perna atribuindo a culpa a Will. Ao sair da prisão 8 anos mais tarde, Vincent sequestra a filha de Will, o qual tem 12 horas para arranjar o dinheiro que deveria ter sido roubado antes.

Como muitos filmes em que a ação é privilegiada em detrimento à coerência, o roteiro apresentas crateras quase impossíveis de deixar passar: o próprio incidente que dá origem à briga é por causa de um zelador que viu o rosto dos ladrões. Só que eles mesmos tomaram todos os cuidados porque sabiam que o FBI os conheciam (mais tarde isso é comprovado), então porque se preocupar com o tal zelador? O próprio FBI comandado pelo simpático Tim (o sempre bom Danny Huston de “O Caminho do Guerreiro”) é tão cômico que mostra mais a incompetência do FBI do que a esperteza do protagonista (a cena final com ele é hilária). Já a coadjuvante Malin Åkerman (“Rock of Ages“), está na produção só e somente para torná-la mais bonita. E nesse quesito, faz um excelente trabalho.

O diretor Simon West do ótimo “Os Mercenários 2” ficou tão obcecado com a ação que conseguiu criar uma cena de perseguição sem que o personagem de Cage perseguisse ninguém e a estendeu muito mais que o indicado. Daí ele se preocupou menos com aspectos como continuidade, vista a cena do clímax onde um carro está quase submerso num lago e momentos depois ele já fica quase todo pra fora da água para em segundos submergir novamente e cair numa espécie de buraco negro.

A trilha sonora de Mark Isham (“Guerreiro“) evoca justamente os filmes de ação dos anos 80, os quais não coincidentemente são repletos de absurdos dos tipos citados aqui, o que talvez se configure numa certa homenagem nostálgica.

Entretanto, com todos esses erros “O Resgate” não deixa de ser um bom passatempo, misturando os temas de sequestro com assalto a banco, o qual, diga-se de passagem, tem a segurança tão falha que até uma criança de seis anos pode roubar. Mas pra que ter história se você tem ação descerebrada?
[rating:2.5]

Ficha Técnica

Elenco:
Nicolas Cage
Josh Lucas
Danny Huston
Malin Åkerman
Sami Gayle
Edrick Browne
Mark Valley
Barry Shabaka Henley
M.C. Gainey
J.D. Evermore
Garrett Hines

Direção:
Simon West

Produção:
René Besson
Matthew Joynes
Jesse Kennedy

Fotografia:
Jim Whitaker

Trilha Sonora:
Mark Isham

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑