Os Homens que Encaravam Cabras (“The Men Who Stare at Goats”, EUA / Inglaterra, 2009)

Genre : ,

Como pode existir um filme besteirol ter astros do primeiro time de Hollywood como George Clooney (“Amor Sem Escalas“), Ewan McGregor (“Incendiário“), Jeff Bridges (“Coração Louco“) e Kevin Spacey (“O Psicólogo“)? E como pode ele ainda ser bom? Parece que basta um roteiro absurdo aliado a uma química inigualável encabeçada logicamente por Clooney.

Ele é Lyn, um ex-soldado que diz ter poderes paranormais e que participou de um programa especial para desenvolver esses poderes, patrocinado pelo exército americano. Ele é descoberto pelo repórter Bob (McGregor) no Kuwait onde busca o sentido da vida depois de ser deixado pela esposa. Ambos partirão para uma engraçadíssima aventura.

Apesar de ser baseado numa obra vagamente inspirada em fatos reais, o diretor Grant Heslov, que já produziu um filme dirigido por Clooney “O Amor Não Tem Regras“, não se leva a sério nem por um minuto e, por mais requintada que seja a produção, deposita todas as fichas em seu elenco. Como se fosse por acaso, ele conseguiu tomar todas as decisões certas.

Clooney e McGregor exalam naturalidade e seus diálogos são geniais, sendo incontáveis o número de ótimas cenas entre eles (peguem por exemplo a cena da placa no meio do deserto ou quando Lyn mostra os golpes que sabe para Bob). Bridges também está uma comédia, principalmente na transformação que ele sofre ao longo do filme, já que ele se passa em dois momentos distintos. Aliás a narrativa flui suavemente entre os dois momentos, sendo sempre bastante acessível ao espectador. E finalmente Spacey como antagonista continua exibindo aquele ótimo humor ácido visto em seu Lex Luthor de “Superman“. Ele é ainda melhor no making of, um dos ótimos extras do DVD.

Com um elenco de muito mais acertos do que erros, “Os Homens que Encaravam Cabras” é uma perfeita e inusitada pedida para um fim de semana e que consegue aliar besteirol e inteligência numa só história.

[rating:4]


Ficha Técnica

Elenco:
George Clooney
Ewan McGregor
Jeff Bridges
Kevin Spacey
Stephen Lang
Robert Patrick
Waleed F. Zuaiter
Stephen Root
Glenn Morshower
Nick Offerman
Tim Griffin

Direção:
Grant Heslov

Produção:
Grant Heslov
George Clooney
Paul Lister

Fotografia:
Robert Elswit

Trilha Sonora:
Linda Cohen
Rolfe Kent

 

1 Comment

Leave us a comment

  • Clayton
    on

    Precisa-se de apenas um requesito para assistir bem a “Os Homens que Encaravam Cabras”, mente aberta. No mais é so se divertir com essa dramédia no sense ao extremo com uma turma de ponta que se divertiu o mesmo tanto, ao empreender cada um a sua própria marca nos personagens. A sinergia entre McGregor e Clooney é inesperada por galgarem trilhas diferentes, e funciona muitíssimo bem. Torci para a passagem dos dois pelo deserto não acabar tal a situação engraçadíssima criada ali (Clooney mirando as nuvens é impagável). Ewan aliás acertadamente trata inicialmente com descaso os dito superpoderes mencionados, e depois mesmo crendo teme por várias vezes ser tratado como um louco. Clooney é a unanimidade de sempre (sua saudação ao sol deve ter arrancado risadas até do próprio) e seu visual no filme ajuda o público feminino a esquecer sua boa aparência fora das telas e focar em seu personagem (um comentário quase machista). Bridges mostra que o Oscar vindo por “Coração Louco” não era obra de um único filme, o cara é bom mesmo, são visíveis o entusiasmo do seu personagem com o projeto (a comicidade de sua busca pelas diversas seitas é uma comédia a parte) e sua decepção consigo mesmo ao reencontrar Clooney. Spacey consegue trazer antipatia desde sua primeira aparição na tela, pra quem deixou como referência o carismático personagem de “Beleza Americana” demonstra versatilidade. Enfim, prova de que se pode colocar qualquer coisa na mão de grandes atores e deixá-los á vontade, que por mais louca que seja a história, o resultado em 99% dos casos será ótimo.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑