Os Mercenários 3 (“The Expendables 3”)

A franquia “Os Mercenários” conseguiu reerguer Sylvester Stallone das cinzas, colocando-o em um de seus melhores momentos da carreira. E não é pra menos: a idéia de pegar os atores que interpretaram grandes heróis e vilões nas décadas de 80 e 90 e os colocarem juntos numa aventura que explora com êxito todos os clichês da época foi de uma genialidade ímpar. Chega aquela hora em que o espectador fica se perguntando quem serão as novas adições do elenco para o próximo filme.

Nesta terceira encarnação, é lógico que as premissas já perdem um pouco de sua força, mas ainda assim o filme não perde o rebolado. Barney (Stallone) e seu time resgatam um antigo membro dos Mercenários, Doc (Wesley Snipes de “Blade”, retornando ao cinema após passar um tempo na cadeia por evasão de divisas, ou seja, pegaram ele enganando o Leão da Receita Federal). Então partem para uma nova missão e encontram outro antigo membro que virou vilão, Stonebanks (Mel Gibson em seu segundo vilão consecutivo após “Machete Mata”). O grupo então deve achar e prender Stonebanks antes que este faça um estrago maior na vida de Barney.

Escrito pelo próprio Stallone, o filme pegou o gancho de ter sempre atores famosos do passado (e alguns do presente) e passa praticamente metade de projeção apresentando-os ao público. Além de Mel Gibson, pega desde Antonio Banderas (“A Pele que Habito”), passando por Harrison Ford (“O Jogo do Exterminador”) até nomes mais novos como Kellan Lutz (“Hércules”).

Já a outra metade é sim de muita ação, daquele tipo bacana, descerebrada e passando a impressão de que está todo mundo se divertindo. E como sempre a diversão é tanta que eles fazem piada de si próprios como na cena em que perguntam para Doc (Snipes) porque ele foi preso, o qual responde sarcasticamente que foi por evasão de divisas (o motivo real que o ator foi preso); ou então quando tiram sarro do sotaque britânico de Christmas (Jason Statham, cujo sotaque britânico também é motivo de brincadeira dentro do elenco). A estrutura básica da produção e roteiro é praticamente a mesma em todos os três filmes com a famosa luta final de Barney com seu antagonista (na segunda parte foi com Van Damme, lembram?) enquanto o prédio todo está caindo aos pedaços.

Assim “Os Mercenários 3” é uma cópia dos outros dois filmes, sempre turbinada por gente nova e boas piadas, cujo segredo é nunca se levar a sério. É um dos raros casos de cópia bem sucedida.

Ficha Técnica

Elenco:
Sylvester Stallone
Jason Statham
Harrison Ford
Arnold Schwarzenegger
Mel Gibson
Wesley Snipes
Dolph Lundgren
Randy Couture
Terry Crews
Kelsey Grammer
Glen Powell
Antonio Banderas
Victor Ortiz
Ronda Rousey
Kellan Lutz
Jet Li
Robert Davi

Direção:
Patrick Hughes

Produção:
Avi Lerner
Danny Lerner
Kevin King Templeton
John Thompson
Les Weldon

Fotografia:
Peter Menzies Jr.

Trilha Sonora:
Brian Tyler

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑