Os Mortos Não Morrem (“The Dead Don’t Die”)

Logo no início do filme os dois policiais interpretados por Bill Murray de “Zumbilândia” e Adam Driver de “História de um Casamento” estão escutando a música “The Dead Don’t Day” (também o título original do filme), quando um deles responde: “Essa é a trilha oficial do filme”.

A partir daí a gente já sabe que a produção do cineasta independente Jim Jarmusch de “Amantes Eternos” vai ser uma paródia de filmes de terror e uma paródia de si mesmo que funciona até um limite.

Depois que o eixo da Terra sobre um desnível, vários acontecimentos estranhos passam a ocorrer e na cidadezinha de Centerville ao cair da noite, zumbis se levantam para comer as pessoas, literalmente.

Os diálogos são afiados e as atuações são bem engraçadas, principalmente da dupla de protagonistas, sendo que o diretor, por sua influência, chamou um exército de artistas conhecidos para fazer os numerosos coadjuvantes, desde a sempre peculiar Tilda Swinton de “Vingadores” como a excêntrica dona de uma funerária até a atriz e cantora Selena Gomez de “Um Dia de Chuva em Nova York” que literalmente faz um papel cabeça.

Por um lado, as referências que o cineasta faz a vários filmes de zumbis, principalmente com percursor “A Noite dos Mortos Vivos” de 1968 pelo mestre do gênero George A. Romero são muito relevantes e até as piadas internas, a maioria sacaneando Adam Driver pelo seu papel de Kylo Ren em “Star Wars” são impagáveis (o chaveiro do carro dele em formato da nave do filme, por exemplo).

Já por outro, o excesso de personagens, mesmo interpretado por gente conhecida faz o filme ser esticado desnecessariamente por subtramas que não tem nenhuma relevância na trama principal, como por exemplo a dos jovens no centro de detenção ou até mesmo a da Selena Gomez. É como se aparecer num filme de Jim Jarmusch fosse mais status do que relevância artística.

Ao tentar abraçar de vez o absurdo e fazer um filme dentro de um filme no último ato, o roteiro passa do ponto e acaba afastando o interesse do espectador com um desfecho sem sal.

Os Mortos Não Morrem” é uma comédia independente pretensiosa demais para o que entrega de verdade, mesmo tendo alguns momentos memoráveis que deveriam ser vistos mesmo que por interesse humorístico mais que artístico.

Curiosidades:

– Além do chaveiro do Star Wars que o personagem de Adam Driver tem, há mais duas referências ligando ele ao seu personagem Kylo Ren: 1. O barulho que seu carro faz foi tirado da sonoplastia de uma nave de Star Wars. 2. Seu personagem fala a toda hora “Acho que isso não vai terminar bem” que é uma analogia à famosa frase de Han Solo (pai de Kylo), “Tenho um mau pressentimento sobre isso”.
– O carro dos jovens – da subtrama de Selena Gomez – é o mesmo usado pelos protagonistas de A Noite dos Mortos Vivos. Inclusive a atriz que faz uma zumbi nua no clássico reaparece aqui no exato mesmo papel.
– Quem deu ao cineasta a idéia de se fazer uma comédia sobre zumbis foi a atriz Tilda Swinton quando estava filmando com ele “Amantes Eternos”.
– O cantor da música The Dead Don’t Die, Sturgill Simpson, faz uma participação especial como zumbi.
– Há um determinado zumbi que está vestido igual ao personagem de Bill Murray em “Zumbilândia”.

Ficha Técnica

Elenco:
Bill Murray
Adam Driver
Tom Waits
Chloë Sevigny
Steve Buscemi
Tilda Swinton
Caleb Landry Jones
Danny Glover
RZA
Eszter Balint
Maya Delmont
Larry Fessenden
Rosie Perez
Carol Kane
Rosal Colon
Sara Driver
Iggy Pop
Selena Gomez
Austin Butler
Luka Sabbat

Direção:
Jim Jarmusch

Produção:
Joshua Astrachan
Carter Logan

Fotografia:
Frederick Elmes

Trilha Sonora:
Sqürl

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑