Presságio (“Knowing”, EUA, 2009) ***NOS CINEMAS***

[youtube Xc5A5BHn8aU]

Depois de um bom tempo fazendo filmes que variavam do mediano (“A Lenda do Tesouro Pedido – Livro dos Segredos“) ao ruim (“Perigo em Bangkok“), finalmente Nicolas Cage se engaja em algo que pode ser chamado de filmaço.

Ele é o viúvo professor John que, por conta da morte de sua mulher, acredita que o mundo é apenas uma série de coincidências. Na festa de 50 anos da inauguração da escola do seu filho, é aberta uma cápsula contendo desenhos dos alunos feitos naquela época e distribuídos para esses novos alunos. Caleb, filho de John, pega um envelope contendo uma série de números, os quais John irá descobrir em seguida que se tratam de datas de grandes desastres da humanidade nos últimos 50 anos, seguido pelo número de mortos em cada um.

O grande suspense é que, segundo o papel, há mais três desastres por vir e o protagonista quer evitá-los, ao mesmo tempo em que teme ela vida do filho que parece estar sendo perseguido por estranhos homens de preto. É aí que acompanhamos nosso heróis pelo mistério que é decifrar a carta, tentar achar a pessoa que escreveu, saber onde serão os desastres e como tentar minimizar o caos. Tudo isso numa direção harmoniosa e impactante de Alex Proyas (“Eu, Robô“).

As cenas dos desastres são simplesmente impressionantes e bem melhores do que aqueles filmes de fim de mundo que de vez em quando passam no cinema (Ex: “O Dia Depois de Amanhã“, “Volcano“, etc). Aqui, você vê as pessoas sendo esmagadas, explodidas, queimadas, num realismo nunca antes visto. Destaque para a trilha do compositor Marco Beltrami, que dá um toque de ficção científica dos anos 60, sempre inspirando urgência.

E não há nada com mais primor que o roteiro, já que ele consegue fechar todas as questões soltas, com exceção de uma: a cena em que Caleb escreve números no papel. Porque ele faria isso já que só restaria mais um desastre? Mas isso é o de menos.

Presságio” consegue um desfecho que pode até ser indigesto para alguns, mas está totalmente dentro da proposta conceitual do filme. E que conceito original! Contar mais que isso, estraga a surpresa. Se os arrasa-quarteirões já chegaram nos cinemas, começamos com o pé direito.

[rating:4]


Ficha Técnica

Elenco:
Nicolas Cage
Chandler Canterbury
Rose Byrne
Lara Robinson
Nadia Townsend
Alan Hopgood

Direção:
Alex Proyas

Produção:
Todd Black
Jason Blumenthal
Steve Tisch
Alex Proyas

Fotografia:
Simon Duggan

Trilha Sonora:
Marco Beltrami

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑