Projeto Flórida (“The Florida Project”)

Genre :
Actor : , ,
Director :
Country :
Release Date : 2017

Se a beleza está nas pequenas coisas do cotidiano o desconhecido diretor Sean Baker acertou em cheio em retratar uma Flórida decadente que é representada tanto por lugares quanto por pessoas.

O lugar é um hotel de quinta categoria gerenciado pelo bonzinho e carismático Bobby (Willem Dafoe, o demônio de “Death Note”). Lá vive a menininha Monee (a atriz mirim Brooklynn Prince), filha da delinquente e picareta Halley (a desconhecida Bria Vinaite). A produção acompanha Monee com seus amiguinhos exalando inocência, mas ao mesmo tempo transparecendo a péssima criação que tem, enquanto sua mãe faz tudo o que não presta e põe a convivência com a própria filha em riso, tudo sob o triste olhar de Bobby.

A condução da narrativa e as atuações são o grande diferencial. Quando foca na inocência da criança, todas as atitudes dos adultos reverberam com mais intensidade e até um certo choque. O roteiro nunca explicita determinados atos dos adultos, mas mostra o suficiente para tocar fundo o expectador: por exemplo, quando Halley passa a se prostituir, só no final que isso é colocado às claras, mas antes disso cenas subliminares provocam uma reação muito maior. Da mesma forma quando Bobby discute com seu filho, sabemos de uma vida pessoal cheia de angústias, mesmo sem conhecermos o básico sobre o personagem.

Finalmente a analogia que o roteiro faz entre a decadência e a inocência através do subúrbio da Flórida e da Disney World é genial e culmina num dos grandes desfechos do cinema.

Willem Dafoe, indicado ao Oscar de Melhor Ator, tem uma atuação emocionante e ao mesmo tempo discreta, provando a capacidade de emocionar usando o mínimo. Mas a criança Brooklynn Prince é uma gigante em cena. É quase inacreditável que uma criança dessas tenha uma consciência de atuação tão grande desenvolvendo um personagem complexo que é um produto da inocência natural com a educação duvidosa.

Projeto Flórida” deveria ter mais premiações, pois pega no âmago da individualidade humana, seus tormentos e traduz tudo através do sorriso e das lágrimas de uma criança. Artística e narrativamente impecável.

Curiosidade:

– O diretor achou Bria Vinaite pelo seu perfil no Instagram.
– Os hotéis retratados são hotéis de verdade e continuavam funcionando normalmente durante as filmagens. Muitas das pessoas vistas no filme eram moradores e até membros da equipe de filmagem.
– O desenho que Halley e Monee assistem na TV em uma determinada cena foi criado pelo próprio diretor e se chama “Greg, o Coelho”.
– A cena final foi filmada num iPhone. O espectador atento vai reparar a mudança. Sem dar spoilers, o local onde foi filmada essa cena não sabia que estava sendo filmado até o filme ser lançado.

Ficha Técnica

Elenco:
Willem Dafoe
Brooklynn Prince
Bria Vinaite
Christopher Rivera
Aiden Malik
Josie Olivo
Valeria Cotto
Edward Pagan
Patti Wiley
Jasineia Ramos
Rosa Medina Perez
Mela Murder
Krystal Nicole Watts

Direção:
Sean Baker

Produção:
Sean Baker
Chris Bergoch
Kevin Chinoy
Andrew Duncan
Alex Saks
Francesca Silvestri
Shih-Ching Tsou

Fotografia:
Alexis Zabe

Trilha Sonora:
Lorne Balfe

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑