Sete Dias com Marilyn (“My Week With Marilyn”, Inglaterra / Irlanda, 2011) ***NOS CINEMAS***

Genre : , ,

Colocar toneladas de glamour em momentos da história que de outra forma parecem corriqueiros e ainda assim, realizar um interessante estudo de personagens é algo que os bons realizadores de Hollywood sabem fazer direitinho e é o que o espectador pode constatar nessa nova obra de Simon Curtis da improvável comédia “Maratona do Amor”.

A história é contada através dos olhos de Colin (Eddie Redmayne de “Morte Negra”), um jovem inglês que sonha em ter seu primeiro emprego na indústria cinematográfica, até que com muita insistência consegue ser o terceiro assistente de diretor de ninguém menos que Sir Laurence Olivier (Kenneth Branagh de “Os Piratas do Rock”) no filme “O Príncipe Encantado”, onde Olivier, além de dirigir, faria o par principal com a – na época – mulher mais famosa do mundo, Marilyn Monroe, vivida aqui pela também belíssima Michelle Williams de “Namorados Para Sempre”. Colin então viverá um flerte com a maior diva do cinema.

O diretor evoca uma reconstituição de época impecável, embalada pela deliciosa trilha do duvidoso Conrad Pope que até então compunha trilhas esquecíveis para filmes de terror B como “In My Sleep”. Mesmo com um roteiro envolvente que não se deixa cair na cilada de certos clichês, a produção é mesmo dos atores. Williams interpreta uma Marilyn entorpecida e atormentada pelos seus próprios demônios. Sua imagem dúbia, enigmática e os sentimentos conflitantes que provocam nos personagens à sua volta é a engrenagem que move a narrativa. Certas falas já se tornam antológicas no momento em que, após tantas tomadas erradas e provando uma incapacidade de atuação, Marilyn finalmente acerta, um membro da equipe diz “Demora muito para ela acertar, mas quando acerta, ninguém tira os olhos dela” (sic).

Branagh interpreta com toda garra do mundo seu Olivier, o qual tem uma enorme afinidade com o personagem, visto que ambos são aficionados por William Shakespeare, com direito até a uma citação do poeta em seu desfecho. Redmayne também se expressa corretamente, mesmo repetindo um papel típico seu por conta da sua estatura física, o de um jovem tímido e desarticulado que vai desabrochando aos poucos.

Baseado nos livros do próprio Colin Clark da vida real, “Sete Dias com Marilyn” e “O Príncipe, a Corista e Eu”, a obra é mais um acerto, tanto de trama, quanto em seus aspectos técnicos, de uma época saudosa e de glamour que Hollywood sempre gosta de exaltar, além de conhecermos um pouco mais de uma das grandes personalidades do século passado, principalmente levando em conta seu fatídico destino. Recomendado!
[rating:3.5]

Ficha Técnica

Elenco:
Michelle Williams
Eddie Redmayne
Julia Ormond
Kenneth Branagh
Pip Torrens
Geraldine Somerville
Michael Kitchen
Miranda Raison
Karl Moffatt
Simon Russell Beale
Toby Jones
Robert Portal
Philip Jackson
Jim Carter
Victor McGuire
Dominic Cooper
Richard Clifford
Judi Dench
Zoë Wanamaker
Emma Watson

Direção:
Simon Curtis

Produção:
David Parfitt
Harvey Weinstein

Fotografia:
Ben Smithard

Trilha Sonora:
Conrad Pope

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑