Shazam!

Genre :
Actor : , , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2019

A DC conseguiu fazer sua ótima Sessão da Tarde, numa mistura de filme de super-herói com o clássico “Quero Ser Grande”. Alias, parece que tudo fica melhor quando eles saem do seu universo principal.

O órfão Billy Batson (o desconhecido ator mirim Asher Angel) entra num novo lar para crianças adotivas e, como sempre tem dificuldades para se ajustar. Ele está no metrô quando entra numa dimensão onde um velho mago lhe confere poderes para se transformar em Shazam (Zachary Levi que fez sucesso na falecida série “Chuck” e depois só fez pontas como em “Thor”).

Sem saber ainda a extensão de seus poderes e como lidar com eles, Shazam e seus novos amiguinhos terão que vencer o vilão Dr. Silvana (Mark Strong de “Kingsman”) que quer o poder do herói para dominar o mundo.

O diretor David F. Sandberg de “Annabelle 2” prova sua versatilidade saindo do terror para a comédia sem trauma e ainda com boas piadas e uma narrativa leve e gostosa. Tanto que parece muito mais voltado para o público infanto juvenil do que para os adultos mesmo. O que não é ruim, mas também não é o ideal.

Principalmente porque as melhores cenas são quando se evoca o lado mais adulto da produção. A construção do vilão no primeiro ato é sensacional – a invasão do Dr. Silvana no escritório do pai é de cair o queixo – se fosse nessa batida no resto do filme, teríamos um “Shazam!” em outro patamar. A verdade é que a narrativa vai se infantilizando no seu transcorrer, mas sem insultar a inteligência do espectador do espectador. Até porque o desconhecido elenco mirim é ótimo e sabe lidar com qualquer contexto, além de Mark Strong ter talento suficiente para ser um vilão que sabe a dose exata do humor e como utilizá-lo em seu personagem (a cena de seu discurso de vilão no último ato é ótima).

Zachary Levi já tem seu timing cômico afiado, apesar de muitas vezes descasar com seu alter ego Billy que na interpretação do seu ator mirim parece bem mais sensato do que na versão herói, o que poderia ser facilmente corrigido com uma orientação ao elenco.

As referências aos demais heróis da DC são boas, mas superficiais. O melhor é a sacaneada no melhor estilo “Deadpool” que o filme faz nos créditos finais.

Shazam!” acerta bem mais do que erra e tem um tom deliciosamente diferente dos filmes da DC com algumas ótimas piadas e que tem um potencial enorme pra ser uma franquia diferenciada. Mas ainda tem que comer muito arroz com feijão. Ah, há duas cenas pós créditos tal qual os filmes da Marvel.

Curiosidades:

– O fato de não encontrarem um nome para o super herói durante o filme inteiro é uma analogia a o fato na vida real de que o home original do personagem era Capitão Marvel, mas por uma disputa judicial vencida pela Marvel há muitos anos, visto que além da própria marca Marvel, ainda há a personagem da Capitã Marvel, a DC não pôde usar o mesmo nome, transformando-o em Shazam.
– A cena do piano da loja de brinquedos é uma homenagem direta a “Quero Ser Grande” com Tom Hanks.
– A lagarta que aparece no início do filme e no final é o vilão Sr. Cérebro, um ser extremamente inteligente vindo do planeta Vênus (nos quadrinhos).
– A banda Dr. Silvana & Cia que fez sucesso nos anos 80 com o hit “Serão Extra”, teve seu nome inspirado no vilão de Shazam.
– Quando passa a sequencia de cenas onde fazem o upload dos vídeos dos poderes de Shazam com diferentes nomes, há um chamado “Zapitão América”. É uma homenagem direta ao personagem Capitão América da Marvel, como se ele existisse de verdade naquele universo da DC.
– Descobrimos perto do último ato que o pai de Billy se chama C. C. Batson. É uma homenagem ao primeiro ilustrador do herói C. C. beck.
– Na cena da rampa de skate, está pichado Arion. É o nome de um personagem da DC que às vezes é vilão e às vezes é herói.
– Segundo filme da DC onde a boneca Annabelle aparece! Dessa vez na vitrine de uma loja quando os personagens passam rapidamente. O primeiro foi em “Aquaman”. Ambos os diretores desses filmes trabalharam no universo de “Invocação do Mal”.
– Essa não é a primeira adaptação do herói para o cinema. A primeira foi feita em 1941 com o nome de “As Aventuras do Capitão Marvel”.

Ficha Técnica

Elenco:
Zachary Levi
Djimon Hounsou
Mark Strong
Jack Dylan Grazer
Asher Angel
Marta Milans
Grace Fulton
Stephannie Hawkins
Cooper Andrews
Lovina Yavari
Natalia Safran
John Glover
Caroline Palmer
Faithe Herman
Ian Chen
Michelle Borth
Adam Brody
Ross Butler
D.J. Cotrona
Meagan Good
Diezel Ramos

Direção:
David F. Sandberg

Produção:
Peter Safran

Fotografia:
Maxime Alexandre

Trilha Sonora:
enjamin Wallfisch

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑