Sobrenatural: A Origem (“Insidious: Chapter 3”)

Genre :
Actor : , , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2015

Continuação que tem o subtítulo de “A Origem” com raríssimas exceções não passam de meros caça níqueis. E é o caso desta que vem após o relativamente bem sucedido “Sobrenatural” e seu capítulo 2. Também é a estreia de Leigh Whannell como diretor. Pra quem não o conhece, ele é o parceiro de James Wan (dirigiu os dois primeiros) e autor dos roteiros da trilogia, bem como do fenômeno “Jogos Mortais”. Inclusive, ele também é um dos atores.

A ação se passa cronologicamente antes (lógico, pois é a origem) quando a adolescente Quinn (a atriz televisiva Stefanie Scott) tenta contato com a mãe recém falecida, mas desperta um espírito maligno. Então ela e seu pai Sean (Dermot Mulroney de “Álbum de Família”) pedem ajuda a nossa conhecida médium Elise (Lin Shaye que recentemente fez “O Sinal: Frequência do Medo”) que vai entrar naquele mundo das trevas para tentar tirar a jovem das garras do demônio.

Mas fica a pergunta: é a origem de que? Não é do espírito que assombra os Lamberts nos antecessores. É simplesmente a origem de como Elise conheceu aquela dupla atrapalhada de caça fantasmas Tucker e Specs (esse é o diretor Leigh Whannell). Existem sim referências aos outros filmes como os espíritos da Mulher de Preto (que acaba cumprindo seu destino na Parte 2) e até mesmo o demônio que aparece no finalzinho (desnecessário por sinal).

A narrativa segue exatamente os passos dos seus filmes irmãos: começa cheio de sustos – e muitos – baseados em muitas edições espertas e efeitos sonoros, o que torna amedrontador (artificialmente, mas ainda assim vai fazer gente saltar da cadeira do cinema); e no terceiro ato parece descambar quase para uma comédia. A luta final de Elise com a Mulher de Preto é hilária e ainda se arranca mais risos da platéia na hora que a médium parece estar no jogo Street Fighter e investe com poderes do Zangief em cima do fantasma principal. Aí fica difícil levar a sério. E o próprio desfecho tem seríssimos furos que os mais atentos vão ficar apavorados (mas não de medo).

Este novo capítulo de “Sobrenatural” tem tudo o que os outros tem, menos um elenco famoso. Quem gostou dos outros, vai gostar desse também. Basta esperar mais sustos do que coerência.

Curiosidades:

– Aos 34 minutos quando Elise abre seu livro das visões, rapidamente é possível ver um boneco desenhado numa página. É o boneco de “Jogos Mortais”.

– O primeiro encontro que Elise tem com a mulher de preto no além se passa na casa dos Lambert do primeiro capítulo.

– Quando Elise pergunta a Specs qual seu papel na dupla que produz o blog, ele diz sem graça que é apenas o autor. Leigh Whannell que interpreta Specs é o autor e o diretor do filme. Piada interna.

Ficha Técnica

Elenco:
Dermot Mulroney
Stefanie Scott
Angus Sampson
Leigh Whannell
Lin Shaye
Tate Berney
Michael Reid MacKay
Steve Coulter
Hayley Kiyoko
Corbett Tuck
Tom Fitzpatrick
Tom Gallop
Jeris Poindexter
Ele Keats

Direção:
Leigh Whannell

Produção:
Jason Blum
Oren Peli
James Wan

Fotografia:
Brian Pearson

Trilha Sonora:
Joseph Bishara

 

1 Comment

Leave us a comment

  • Rob Holzheimer
    on

    Bom filme para vocês! O filme antecede os acontecimentos que assombraram a família Lambert e revela como a medium Elise Rainier relutantemente concorda em usar sua habilidade de contatar os mortos para ajudar uma jovem garota que tem sido alvo de uma perigosa entidade sobrenatural.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑