Synth Britannia

Estava numa roda de amigos e começamos a falar sobre as bandas mais influentes do planeta. Fomos afunilando a conversa e me perguntaram entre Elvis, The Beatles e Kraftwerk, qual a que eu achava a mais influente. Sem pensar atirei no Kraftwerk e com os olhos de todos arregalados, justifiquei: os Beatles e Elvis eternizaram suas próprias músicas, mas o Kraftwerk eternizou as suas e as músicas de qualquer banda ou artista que tenha pelo menos um pé na música eletrônica.

Synth Britannia”, documentário feito pela BBC fala exatamente sobre como a música eletrônica surgiu no fim dos anos 70 em diferentes partes do Reino Unido e aos poucos foi ganhando força ao se consolidar em meados dos anos 80 como um movimento definitivo que conseguiu viver e ultrapassar facilmente o punk rock, e rock’n’roll e se colocando à frente do cenário pop internacional até os dias de hoje em suas várias vertentes.

A produção é conduzida em ordem cronológica e comentada por especialistas no tema e também por Daniel Miller, o dono do selo Mute Records, um dos principais expoentes até hoje do Synth pop britânico.

Entretanto, o principal êxito da obra foi reunir os principais expoentes da época comentando como o cenário socioeconômico e experimental da virada da década de 70 para 80 contribuiu para que iniciativas independentes pudessem viram um movimento consolidado.

Daí é deslumbrante ver as entrevistas com os membros do próprio Kraftwerk, seguido do The Human League, Depeche Mode, Joy Division, New Order (que se formou a partir da morte do vocalista do Joy Division Ian Curtis), Alisson Moyet (que formaria o Yazoo com Vince Clarke após sua saída do Depeche Mode), OMD, Heaven 17, Ultravoxx, Cabaret Volteire, Eurythmics, Soft Cell, Gary Numan e Pet Shop Boys.

Interessante como o roteiro traça limites bem marcantes sobre a escalada do gênero desde o pioneirismo (Kraftwerk seguido de Giorgio Moroder), a experimentação (Ultravoxx, Soft Cell, The Flying Lizzards), os primeiros sucessos (Gary Numan, Depeche Mode, The Human League) e o que viria a ser o futuro (Pet Shop Boys, New Order, Depeche Mode, Erasure), a partir do meio da década de 80. Tudo isso sem deixar de citar transições importantes como feitas por ícones tais quais David Bowie, Elton John, entre outros.

Synth Britannia” é encantador para os amantes da música, principalmente da eletrônica, mas também uma importante história de um dos pilares artísticos que iria mudar os rumos da cultura da forma que a conhecemos.

Ficha Técnica

Elenco:
Dave Ball
Wendy Carlos
Chris Carter
Joanne Catherall
Vince Clarke
Andrew Fletcher
Wolfgang Flür
John Foxx
David Gahan
Martin Gore
Paul Humphreys
Richard H. Kirk
Annie Lennox
Chris Lowe
Andy McCluskey
Daniel Miller
Alison Moyet
Gary Numan
Phil Oakey
David A. Stewart
Susanne Sulley
Bernard Sumner
Neil Tennant
Midge Ure
Martyn Ware
David Bowie
Paul McCartney

Direção:
Benjamin Whalley

Produção:
Benjamin Whalley

Fotografia:
Sam Bridger

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑