The Old Guard

A Netflix meio que descobriu os elementos para fazer filmes de ação acima da média e por incrível que pareça, envolve muito mais uma execução bem feita e sem melindres do que uma idéia e roteiro geniais.

Tal qual em “Resgate” a trama era simples e batida, “The Old Guard” é uma espécie de upgrade de “Highlander” onde um grupo de imortais chefiados pela beleza imortal de Charlize Theron (“O Escândalo”) vaga pelo mundo tentando fazer o bem, até que caem nas garras de uma empresa farmacêutica que quer descobrir o segredo de sua imortalidade, custe o que custar.

A diretora Gina Prince-Bythewood de “A Vida Secreta das Abelhas” não sai da cartilha e contrata um elenco conhecido, multicultural e competente e performa ótimas cenas de ação com violência explícita na medida certa com criatividade para que o gasto de verba seja direcionado, isto é, numa análise fria, as sequencias em si não são de um filme épico, mas tem a aparência de um pela abordagem inovadora.

Destaque para KiKi Layne do premiado “Se a Rua Beale Falasse” como a novata Nile, demonstrando a versatilidade da atriz e para o mónologo que o ator Marwan Kenzari (“A Promessa”) faz sobre a diversidade no amor que desde já é o melhor do filme.

Finalmente a outra sacada da Netflix que beneficia a própria, mas também o espectador é estabelecer um arco de história que permite ao menos mais uma continuação, como constatamos no desfecho e que também está presente em outros de seus filmes.

The Old Guard” se coloca como mais um marco comercial de qualidade da fábrica Netflix que vem demonstrando muito mais acertos do que erros em suas produções.

Curiosidades:

– O bar que os personagens frequentam no final existe em Londres desde 1520 (provavelmente para dar a noção de que eles vão lá desde essa época).
– A graphic novel que original o filme tem 4 capítulos. A continuação já está em pré-produção.
– Andy tem mais de 6.000 anos, segundo Charlize Theron. Entretanto seu nome se refere a uma tribo nômade do leste europeu que viveu há cerca de 2.300 anos atrás.
– A primeira cena filmada foi a da briga no avião em pleno vôo.
– O figurino de Charlize Theron, inclusive seus cabelos negros e curtos lembram seu personagem no também filme de ação “Eon Flux” de 2005.
– O telefone celular de Nile marca a data “21/04 – Domingo” numa cena. Essa data ocorreu em 2019. Os próximos anos com essa data e dia da semana serão em 2024 e 2030.

Ficha Técnica

Elenco:
Charlize Theron
KiKi Layne
Matthias Schoenaerts
Marwan Kenzari
Luca Marinelli
Chiwetel Ejiofor
Harry Melling
Veronica Ngo
Natacha Karam
Mette Towley
Anamaria Marinca
Micheal Ward
Shala Nyx
Majid Essaidi
Joey Ansah

Direção:
Gina Prince-Bythewood

Produção:
A.J. Dix
David Ellison
Marc Evans
Dana Goldberg
Don Granger
Beth Kono
Charlize Theron

Fotografia:
Barry Ackroyd
Tami Reiker

Trilha Sonora:
Volker Bertelmann
Dustin O’Halloran

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑