Transformers: O Lado Oculto da Lua (“Transformers: Dark of the Moon”, EUA, 2011) ***NOS CINEMAS***

Genre :

Michael Bay parece ter adquirido esse TOC de fazer praticamente um filme dos Transformers a cada dois anos (os outros estão aqui e aqui). Apesar de parecer sempre o mesmo filme, essa terceira parte tem algumas diferenças. Vejamos:

1. É mais engraçado. Aqui as piadas realmente funcionam, pelo menos até o fim do segundo ato. Os responsáveis pelas boas gargalhadas são os ótimos John Turturro de “Fora de Controle” retornando como o amalucado ex-agente do FBI; John Malkovich de “Jonah Hex” como um diretor neurótico; e a participação especial do impagável comediante Ken Jeong, o eterno Sr. Chow de “Se Beber Não Case 2“. Mas esse não era pra ser um filme relativamente sério de ação? Pois é.

2. O nosso herói, Sam (Shia LaBeouf de “Wall Street – O Dinheiro Nunca Dorme“) parece ter adquirido os poderes mutantes do Wolverine, em especial o fator de cura e o esqueleto de adamantium, já que ele é arrastado no ar, despenca de prédios, tem todo tipo de lesão e fratura que nenhum ser humano podia agüentar, mas eis que ele não só sobrevive como sai de tudo correndo e distribuindo sorrisos. Deve ser o principal candidato a substituir Bruce Willis na franquia “Duro de Matar“;

3. A modelo-que-virou-atriz Rosie Huntington-Whiteley virou a nova namoradinha de Sam, depois que Megan Fox foi despedida por conta de uma briga com o diretor Michael Bay. Rosie tem o mesmo nível de beleza que Megan, isto é, aquela beleza apaixonante que faz qualquer macho cair de quatro e pedi-la em casamento. Porém sua expressividade como atriz beira o de Ricardo Macchi fazendo o Cigano Igor. Pior é fazer oitocentas cenas de ação e ainda ficar de salto com o cabelo e maquiagem de quem acabou de sair do banho. Ainda pior: a cena em que ela faz fofoca para Megatron. Baita vergonha alheia.

4. Essa é a vez em que o planeta Terra fica mais perto de ser dominado pelos Decepticons. A trama que une fatos reais (a ida do homem à lua em 1969) com a ficção de uma nave Autobot ter caído na lua e trazer uma tecnologia que pode mudar o rumo da batalha entre Autobots e Decepticons é definitivamente a mais interessante de todas, principalmente com partes onde mostram seres humanos realmente sendo mortos (até destoa das piadas a cada 5 minutos). Seria ótimo se essa fosse logo a primeira parte. Entretanto, como foi a terceira, acabou tendo que deletar fatos das outras duas partes que faz a série perder toda a sua coerência.

5. Novos robôs. Ninguém sabe de onde eles vêm. Com um objetivo: serem mortos no meio do caminho.

6. O diretor pelo menos parece ter aprendido como fazer uma luta. No primeiro, as lutas era confeccionadas com uma câmera tão nervosa que parecia briga de dois ninjas negros no escuro. Agora, na maioria das cenas, o espectador já tem aquela sensação de que está entendendo o que se passa na tela na hora da porrada.

Não foi dessa vez que os heróis robôs terão um filme decente, mas pra divertir a molecada, esse novo “Transformers” não deixa de cumprir o papel.

[rating:2.5]

Ficha Técnica

Elenco:
Shia LaBeouf
Rosie Huntington-Whiteley
Josh Duhamel
John Turturro
Tyrese Gibson
Patrick Dempsey
Rich Hutchman
Frances McDormand
John Malkovich
Kevin Dunn
Julie White
Alan Tudyk
Ken Jeong

Direção:
Michael Bay

Produção:
Ian Bryce
Tom DeSanto
Lorenzo di Bonaventura
Don Murphy

Fotografia:
Amir M. Mokri

Trilha Sonora:
Steve Jablonsky

 

3 Comments

Leave us a comment

  • Oscar
    on

    Hauahuahau ainda não vi, pois acho transformers uma bobagem, e tu tens razão em td, principalmente pela Megan Fox!

  • Jean Carlos da Rocha
    on

    Sou fã de Transformers desde criança, qdo via os comercial na tv, na década de 80 meus olhos brilhavam. Tive meu primeiro no ano de 85 eu tinha 8 anos.

    Qdo anunciaram o filme, vibrei muito e naquele momento fui me senti o maior saudista q podia ser.

    Ambos o 1 e 2 foram bons, mas esse “O lado oculto da Lua” ficou mesquinho. Roteiro centrou muito nos “hérois” que alias parecia

  • Jean Carlos da Rocha
    on

    Sou fã de Transformers desde criança, qdo via os comercial na tv, na década de 80 meus olhos brilhavam. Tive meu primeiro no ano de 85 eu tinha 8 anos.

    Qdo anunciaram o filme, vibrei muito e naquele momento fui me senti o maior saudista q podia ser.

    Ambos o 1 e 2 foram bons, mas esse “O lado oculto da Lua” ficou mesquinho. Roteiro centrou muito nos “hérois” que alias parecia q so existia eles no planeta terra. MAS tudo bem, o diretor é Bay, então é de se esperar isso. E para piorar, tentaram e fizeram, introduzir um humor “a la besteirol-americano” que pra mim, foi a sentença de morte do filme.

    Mas o maior fiasco mesmo é Rosie Huntington-Whiteley. Atuação mais falsa q uma nota de R$ 2,59 real, personagem sem inteligencia e fotografia exagerada. No filme, ela é um peixe fora da agua.

    O que salva o filme são os efeitos especiais q são maravilhosos!

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑