Vox Lux: O Preço da Fama (“Vox Lux”)

Genre : ,
Actor : , , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2018

Vox Lux” é dividido em duas partes literalmente: a primeira onde o ponto forte é a história e a segunda onde o ponto forte é a protagonista. Dirigido por Brady Corbet do peculiar e fraquinho “A Infância de Um Líder”, a primeira parte começa com uma estética inovadora e uma cena que é quase um soco no estômago, além de um uso criativos do layout dos créditos finais que aparecem no início.

Conta a infância e adolescência de Celeste (Raffey Cassidy de “Tomorrowland”) que após um tiroteio em seu colégio, sobrevive e quase sem querer engata uma carreira de cantora e se expõe a tudo de bom e de ruim que o show business tem a oferecer. A história é ótima, tem ritmo e mostra um interessante lado do mundo artístico. Só que Cassidy ainda é muito crua para um papel que exigiria várias camadas emocionais.

Já o segundo ato quando Celeste é adulta já na pele de Natalie Portman de “Além da Ilusão”, a situação se inverte: ela dá um show de interpretação, porém a história não consegue conectar o passado com o presente e traz a protagonista caindo nas mesmas armadilhas que artistas caem em meio às fartas drogas, álcool e promiscuidade existentes no meio. Nada de novo até aí. O próprio desfecho é demorado demais, apesar de entendermos a mensagem que o show não pode parar.

Só um aspecto se manteve brilhando nas duas fases: a interpretação avassaladora de Jude Law (“Um Dia de Chuva em Nova York”) como o empresário de Celeste: no início grosseiro e cheio de vícios, ele vai se humanizando, mas sem nunca deixar seu objetivo de manter a cantora no estrelato de lado.

Destaque também pra Stacy Martin que também esteve no filme de Corbet “A Infância de um Líder” como a submissa irmã de Celeste e também para a direção de fotografia de Lol Crawley, também parceiro do diretor no mesmo filme, que fez um belo trabalho de tomadas e ângulos inusitados para compor uma narrativa visual.

Vox Lux” é inovador na estética e no conteúdo, mas escorrega de forma diferente em cada uma das duas partes, o que é uma pena, pois apontava ser diferenciado.

Curiosidades:

– O coreografo do show no final é o marido de Natalie Portman, Benjamin Millepied.
– As filmagens com Natalie Portman duraram apenas 10 dias.
– O cenário dos bastidores do show foi exatamente o mesmo usado em “Cisne Negro”, o premiado filme de Portman.
– O diretor disse que o título do filme “Vox Lux” é voz de luz em latim. Ele está errado, pois o correto seria “Vox Lucis”. Ou seja, o título do filme é um erro.

Ficha Técnica

Elenco:
Natalie Portman
Jude Law
Stacy Martin
Jennifer Ehle
Raffey Cassidy
Christopher Abbott
Logan Riley Bruner
Maria Dizzia
Meg Gibson
Daniel London

Direção:
Brady Corbet

Produção:
D.J. Gugenheim
David Hinojosa
Andrew Lauren
David Litvak
Michel Litvak
Svetlana Metkina
Robert Salerno
Christine Vachon
Gary Michael Walters
Brian Young

Fotografia:
Lol Crawley

Trilha Sonora:
Scott Walker

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑