X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (“X-Men: Days of Future Past”)

Genre : ,
Actor : , , ,
Director :
Country :
Release Date : 2014

Baseado na HQ homônima de Chris Claremont, o novo e visceral filme de Bryan Singer que dirigiu a primeira e segunda parte dos X-Men nos trás um futuro onde quase todos os mutantes foram dizimados e aprisionados pelos robôs sentinelas, criando um mundo obscuro para todas as espécies. É quando os X-Men, reduzidos ao Professor Xavier, Magneto (sim, ele vira mocinho), Wolverine, Tempestade e alguns outros criam um plano onde Wolverine voltaria no tempo para os anos 70 através do poder de Kitty Pride para convencer os X-Men do passado a impedir que a Mística assassine o perigoso cientista Bolivar Trask (Peter Dinklage que está na crista do sucesso com “Game of Thrones”) e faça equivocadamente com que o programa dos sentinelas seja aprovado.

Para apresentar uma complexidade de história neste nível, ele já começa corrido, sendo enxuto para que cada segundo dos seus 131 minutos tenham o máximo de relevância. A narrativa tem tanta coerência que consegue remeter a detalhes dos outros filmes da série e fecha várias pontas soltas deixadas em partes anteriores com excelentes referências: a citação da aparição de Wolverine em “X-Men: Primeira Classe” é ótima, bem como a introdução do jovem Stryker que mais tarde faria Wolverine ter seu esqueleto de adamantium como foi em “X-Men Origins: Wolverine”. Portanto é até estranho que tenham faltado dois esclarecimentos:

1. Como Magneto readquiriu seu poder visto que em “X-Men: O Confronto Final” ele o perde devido a fórmula que faz com que mutantes voltem a ser seres humanos normais. O que se pode subentender é que a fórmula não conseguiu fazer efeito durante muito tempo. Apesar de não ter relação direta a fórmula que o Fera desenvolve para conter seus poderes (e sua aparência animalesca) tem duração limitada também. Só que eles poderiam ter no mínimo citado isso logo no início;

2. A volta do Professor Xavier após ter morrido em “X-Men: O Confronto Final” e ter voltado – na cena pós créditos – com a consciência no corpo de outra pessoa. Aí já é mais difícil explicar.

Mais uma vez, Singer usa de forma inteligente a história real para contextualizar o passado – se em “Primeira Classe” foi a crise de mísseis em Cuba, agora é o assassinato do Presidente Kennedy – só que dessa vez está menos preocupado em desenvolver personagens, os quais já estão estabelecidos, e focar mais na ação em si e na guerra épica que acontece nos dois momentos onde se passam a trama. Dizer que quem não conhece nada dos personagens vai ter o mesmo prazer ou entender tudo é um exagero sem tamanho. Por isso recomenda-se fortemente que se assista a todos os filmes do “X-Men”, incluindo as duas partes de “Wolverine”.

As mortes no filme são tratadas de forma bem adulta o que só contribui para a consistência da narrativa e para a afinidade com os personagens. Os efeitos especiais são simplesmente espetaculares, desde os sentinelas do futuro, criaturas concebidas como o pior pesadelo de qualquer mutante, como também – para dar um exemplo apenas – a cena onde Quicksilver rouba a cena com sua velocidade para tirar Magneto de uma prisão. O design de produção está primoroso e reconstrói com a mesma destreza o futuro negro bem pior que aquele imaginado em “Blade Runner” e os exagerados anos 70 com seus penteados e roupas reluzentes com uma reconstituição de época perfeita. O elenco volta mais afinado do que nunca, talvez com a melhor química de todas as partes.

E é quando chegamos a um desfecho que vai deixar os fãs boquiabertos e vai ganhar o coração de todos. Chega a ser indescritível a sacada do roteiro que salpicou esse tema em vários filmes e aqui finalmente vemos florescer. “Dias de um Futuro Esquecido” está sem dúvida entre os melhores filmes de super heróis de todos os tempos, conecta todos os filmes da série de maneira inteligente e consegue dar um tempo igualitário aos personagens principais destacando-os ao invés de diluí-los. E tem cenas depois dos créditos!

Ficha Técnica

Elenco:
Hugh Jackman
James McAvoy
Michael Fassbender
Jennifer Lawrence
Halle Berry
Nicholas Hoult
Anna Paquin
Ellen Page
Peter Dinklage
Shawn Ashmore
Omar Sy
Evan Peters
Josh Helman
Daniel Cudmore
Bingbing Fan
Adan Canto
Booboo Stewart
Ian McKellen
Patrick Stewart
Lucas Till
Evan Jonigkeit
Mark Camacho

Direção:
Bryan Singer

Produção:
Simon Kinberg
Hutch Parker
Lauren Shuler Donner
Bryan Singer

Fotografia:
Newton Thomas Sigel

Trilha Sonora:
John Ottman

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑