Acima de Qualquer Suspeita (“Beyond a Reasonable Doubt”, EUA, 2009)

Genre : ,

Não… não estamos falando do clássico homônimo de 1990 estrelado por Harisson Ford, muito menos de uma refilmagem deste, mas sim de “Suplício de uma Alma” de 1956. Jesse Metcalfe (“Insanatório“) é Nicholas, um jornalista que quer desmascarar a qualquer custo o suposto promotor de justiça corrupto Mark Hunter (Michael Douglas de “Minhas Adoráveis Ex-Namoradas“), pois crê que ele planta provas de DNA nas cenas dos crimes depois que eles acontecem apenas para incriminar o réu. Para isso, faz o impensável: após um assassinato sem solução, ele tem acesso às pistas planta indícios de que ele foi o assassino. Tudo documentado por seu parceiro no jornal para quando ele for a julgamento, Nicholas poder expor as provas e incriminar o promotor. O problema é que depois de preso e na hora da verdade, seu parceiro é morto e as provas a seu favor desaparecem. Ele depende apenas de sua namorada, Ella (Amber Tamblyn de “Primavera Maluca“) que pode investigar o caso já que trabalha com o próprio Hunter.

É uma frustração quando um filme com uma premissa tão poderosa como essa consegue cair num constrangimento total. O roteiro tem tantas crateras que fica gritante a falta de cuidado com a trama. Logo no início já há um diálogo entre o protagonista e seu chefe onde o cara mostra uma foto que se supõe verdadeira sem ninguém ter pensado num negócio chamado manipulação digital. Lá pelo segundo ato fica pior, pois é inconcebível que o parceiro de Nicholas não tivesse o DVD com as provas na hora exata. Porque ele teve que sair correndo pra buscar quando bastava ele puxar da mochila? E o que dizer da cena do suposto clímax em uma perseguição sem pé nem cabeça dentro de um estacionamento?

Sim, há a famosa reviravolta no final e não é das piores. E apenas nisso o diretor Peter Hyams, cujo auge se deu no fraco “Fim dos Dias” de 1999, teve uma boa sacada, pois salpicou algumas pistas no primeiro ato. No mais, “Acima de Qualquer Suspeita“, é ingênuo, intransigente e tem grandes chances de insultar a inteligência do espectador. O maior enigma aqui é como Michael Douglas se deixou envolver nesse projeto.

[rating:2]


Ficha Técnica

Elenco:
Jesse Metcalfe
Amber Tamblyn
Michael Douglas
Orlando Jones
Joel Moore
Tony Bentley

Direção:
Peter Hyams

Produção:
Mark Damon
Limor Diamant
Ted Hartley

Fotografia:
Peter Hyams

Trilha Sonora:
David Shire

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑