Arquivo X – Eu Quero Acreditar (“The X-Files: I Want to Believe”, EUA, 2008) ***NOS CINEMAS***

Genre :

[youtube MdPxr3-bSOg]

Eu quero acreditar que Chris Carter, o criador de um marco nas séries americanas, “Arquivo X“, iria nos brindar com uma trama a altura dos agentes Mulder e Scully. Eu quero acreditar que o melhor do suspense encontraria o melhor da ficção científica dando um novo fôlego para a série, ao contrário de seu antecessor, apenas regular. Na verdade, eu queria acreditar. Não foi dessa vez.

A dupla, ou melhor, o casal de agentes é chamado para solucionar o desaparecimento de uma agente do FBI e descobrem uma conspiração envolvendo outros desaparecimentos. Aí alguém pergunta: onde está o componente sobrenatural? É que tem um padre pedófilo que diz ter visões sobre o caso. Pronto, só isso. A impressão que dá é que pegaram um roteiro de suspense policial qualquer e colocaram “Arquivo X” no título. Inclusive a explicação para as visões do tal padre é tão picareta que chega a ser constrangedora para os roteiristas.

A história é tão pequena para uma série tão famosa que o mais inexplicável é como aceitaram filmá-la. E o romance entre Mulder e Scully é tão raso que quase não se percebe. Aliás, às vezes dá até uma dúvida do tipo de relacionamento que eles têm. Fora uma subtrama tocante, mas desnecessária sobre um paciente em estado terminal, feita nesse caso, apenas para dar mais tempo de projeção. Com um dos subtítulos mais cafonas da história do cinema (e sim, foi idéia dos estúdios de Hollywood) não é que o filme seja tão ruim. Apenas não tem nada a ver com “Arquivo X“.

[rating:2]


Ficha Técnica

Elenco:
David Duchovny
Gillian Anderson
Amanda Peet
Billy Connolly
Xzibit

Direção:
Chris Carter

Produção:
Chris Carter
Frank Spotnitz

Fotografia:
Bill Roe

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑