Cheri (França / Alemanha / Inglaterra, 2009)

Genre : ,

Quem diria que depois de 22 anos, o diretor Stephen Frears (“A Rainha“) iria reatar a parceria com a ainda bela Michelle Pfeiffer (“Por Amor“) num romance que parece ser a marca registrada da atriz nos últimos cinco anos: uma mulher mais velha seduzindo um jovem.

Somente para contextualizar, aqui ela mora na Paris de 1906 e é Lea de Lonval, uma famosa cortesã já aposentada presta um favor para sua amiga, mas rival Madame Peloux (Kathy Bates de “Um Sonho Possível“) de cuidar (sexualmente falando) de seu filho, carinhosamente apelidado de Cheri (Rupert Friend de “O Menino do Pijama Listrado“). Mesmo com toda sua experiência, Lea e Cheri se apaixonam e quando Madame Peloux arranja um casamento com uma mulher mais jovem, a vida do casal se despedaça. Interessante reparar que o grau de sofisticação de um cavalheiro naquela época, segundo o filme, parecia ter um grau de feminilidade, já que Cheri seria o mais próximo de uma geração glitter do início do século passado.

O maior destaque da produção é para o formato teatral que o diretor assume desde o primeiro minuto com uma narração em off cheia de garbo e elegância e, mais pra frente os deliciosos maneirismos do elenco que se eles mesmos estivessem desempenhando num palco para uma platéia a sua frente. Diálogos afiados como uma navalha se tornam particularmente brilhantes nos duelos verbais de Lea com a mãe de Cheri. Frears conseguiu graduar um fôlego dramático crescente a partir da segunda metade contrastando com o tom leve e quase cômico na primeira parte, sem tirar a coerência e consistência da narrativa.

Fugindo de finais óbvios, “Cheri” abraça a complexidade dramática do ser humano em seus relacionamentos e estabelece uma dualidade entra a última narração e a última imagem de forma ímpar. Um ótimo tratado sobre diferença de idade e suas conseqüências em relações amorosas.

[rating:3.5]


Ficha Técnica

Elenco:
Michelle Pfeiffer
Kathy Bates
Rupert Friend
Felicity Jones
Frances Tomelty
Iben Hjejle
Bette Bourne
Gaye Brown
Tom Burke

Direção:
Stephen Frears

Produção:
Andras Hamori
Bill Kenwright
Thom Mount
Tracey Seaward

Fotografia:
Darius Khondji

Trilha Sonora:
Alexandre Desplat

 

1 Comment

Leave us a comment

  • Daniel BzRRA
    on

    Olá aldo, parece q houve um erro de digitação na frase: “…a partir da segunda metade contrastando com o tom leve e quase comigo na primeira parte…”
    Na palavra COMIGO você não estava querendo dizer CÔMICO?

    Vou assiste esse filme, parece ser muito bom. Obrigado pelas resenhas.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑