Cilada.com (Brasil, 2011) ***NOS CINEMAS***

Genre :

O cinema brasileiro, principalmente aquele com a marca Globo Filmes, tem um grande problema, dentre vários: a simples transposição do que passa na TV para um longa metragem. Cilada.com nada mais é que a passagem para a tela grande da série homônima na TV por assinatura escrita por Bruno Mazzeo com pitadas de “Junto e Misturado” do mesmo autor. Bem, as duas séries são consideradas engraçadas, o filme é engraçado e portando bom, certo?

Mais ou menos. Nesse featurettes televisivos de curta duração, é possível aproveitar uma piada sem uma narrativa propriamente dita. Já num longa metragem, a casa cai se isso acontece. E em Cilada.com é exatamente o que acontece. Ao invés das piadas se agregarem de forma orgânica na história, simplesmente não há história.

Só pra sentir: Mazzeo é Bruno (coincidência?), um grandessíssimo canalha que trai a namorada Fernanda (Fernanda Paes Leme… hum… não deve ser coincidência) em pleno casamento da amiga dela. Como vingança, ela coloca no YouTube um vídeo deles transando com ele tendo ejaculação precoce e isso se espalha causando uma dor de cabeça em Bruno que pra consertar a situação (pasmem) quer fazer um filminho com ele transando de verdade com outra mulher. Enquanto isso ele faz de tudo pra se desculpar com a ex que só queria que ele dissesse “Eu te amo” pra poder voltar pra ele (sim, pasmem novamente) depois da cachorrada que ele aprontou.

Isso é tudo, menos uma história. E tudo é pretexto para as piadas. Mesmo sendo cópia fiel de seqüências vistas em filmes de comédia ou sitcoms americanos, há sim situações muito bem elaboradas que causam gargalhadas no espectador. Por outro lado, também há momentos constrangedores e inacreditavelmente ruins, principalmente quando deixam Bruno Mazzeo comandar uma piada sozinho, como é o caso da patética cena em que ele está dopado por um remédio pra depressão. Apesar de bom para escrever pequenos quadros, Mazzeo não consegue convencer como roteirista de um longa, ator ou comediante, pelo menos nesta produção.

Salvam-se alguns coadjuvantes e algumas piadas e gags físicas que conseguem arrancar o riso do espectador. Dirigido por José Alvarenga Jr. do fraco “Os Normais 2” e do bonzinho “Divã“, Cilada.com é um caso curioso onde muita gente vai rir na hora, mas no outro dia deve pensar: Sobre que era mesmo? Se o pessoal da Globo quer aprender a fazer essa passagem da TV pro cinema, devem começar assistindo a “Sex and the City“.

[rating:2.5]

Ficha Técnica

Elenco:
Bruno Mazzeo
Thelmo Fernandes
Fabiula Nascimento
Milhem Cortaz
Fernanda Paes Leme
Sérgio Loroza
Augusto Madeira
Fulvio Stefanini
Carol Castro
Dani Calabresa
Alexandre Nero
Marcos Caruso

Direção:
José Alvarenga Jr.

Produção:
Augusto Casé

Fotografia:
Nonato Estrela

Trilha Sonora:
Plínio Profeta

 

2 Comments

Leave us a comment

  • dani
    on

    muito ruim o filme, se vc ri tres vezes no filme e muito, so tem cenas enrolam o filme e faz ele chegar em lugar nenhum, o filme tbm pessimo!!!!!!!!

  • dani
    on

    o final pessimo!!!!!!

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑