Cinderela (“Cinderella”)

Para quem acha que só o Brasil faz filmes medíocres a partir da fama de celebridades (cantores, digital influencers, ex-BBB e afins), a Amazon chega para provar que sempre dá para fazer pior em qualquer lugar do mundo.

Essa releitura de Cinderela virou um musical nas mãos do diretor Kay Cannon de ”Não Vai Dar” e tem como estrela a cantora cubana Camila Cabello que se destacou em carreira solo após ter feito parte da banda Fifth Harmony para o reality show X-Factor em 2012 e vem colecionando sucessos.

Ela é Cinderela que, ao contrário do conto tradicional, quer vencer na vida por seus próprios meios sendo estilista, mas continua tendo que enfrentar sua madrasta e as duas filhas, além de estar perto de se encontrar com o seu príncipe encantado (Nicholas Galitzine de “Jovens Bruxas – Nova Irmandade”).

Como musical, chega a ser estranho a oscilação da qualidade das músicas e de suas respectivas performances. Há algumas ótimas músicas que foram hits de cantores(as) como Madonna em Material Girl, Queen em Somebody to love, Des’ree em You gotta be e até mesmo Ed Sheeran com Perfect, ou então as composições inéditas Dream Girl de Idina Menzel (a madrastra e que também já foi a estrela da animação “Frozen”) e Million to One da própria Camila Cabello.

Só que grande parte das performances que as acompanham são fraquíssimas e longe de serem épicas, salvando-se uma ou outra. O auto tune que colocaram para afinar a voz dos artistas foi tão forte que a diferença entre um diálogo falado e cantado chega a ser bastante incômodo, como se fossem quase pessoas diferentes. Fora que as demais músicas são ruins com letras pobres e que pouco agregam no contexto da trama.

O casting é outro problema, mas por incrível que pareça, Camila Cabello não é o elo fraco. Pelo contrário, ela com Idina Menzel tem como antagonistas o carisma necessário que o texto pede. Já Nicholas Galitzine que interpreta o príncipe, bem como seus amigos, os ratos e até a fada madrinha interpretada pelo músico e teatrólogo Billy Porter são sonolentos, às vezes canastrões e longe de capturar alguma conexão com o público.

Com desfecho óbvio e com poucas boas tiradas, “Cinderela” é um musical com a estranha síndrome de entrar mudo e sair calado.

Ficha Técnica

Elenco:
Camila Cabello
Nicholas Galitzine
Idina Menzel
Pierce Brosnan
Minnie Driver
Tallulah Greive
Billy Porter
Maddie Baillio
Charlotte Spencer
James Corden
James Acaster
Romesh Ranganathan
Rob Beckett
Doc Brow
Luke Latchman
Fra Fee
Jenet Le Lacheur

Direção:
Kay Cannon

Produção:
James Corden
Jonathan Kadin
Shannon McIntosh
Leo Pearlman

Fotografia:
Henry Braham

Trilha Sonora:
Mychael Danna
Jessica Rose Weiss

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑