Detenção (“The Experiment”, EUA, 2010)

Genre : ,

Remake do filme alemão “Das Experiment” de 2001 onde um grupo de pessoas se submete ao seguinte teste psicológico: uma simulação de prisão onde parte do grupo de indivíduos assume o papel de guardas e outra parte assume o papel de presidiários. Confinados durante quinze dias, os guardas devem manter a ordem sem violência e todos devem seguir a algumas rígidas regras.

O roteiro já deixa claro que o espectador está prestes a presenciar como os seres humanos podem ser piores do que animais quando submetidos a determinados estímulos. Apesar dessa “natureza” em grupo ser tema de inúmeras produções, não é sempre que vemos uma abraçar um estudo, digamos, quase científico da tese.

Logicamente há um protagonista para cada lado: o dos prisioneiros, já carimbado como o herói logo nos primeiros minutos é Travis (Adrien Brody de “Predadores“) e do lado dos guardas o perturbado Barris (Forest Whitaker de “Ponto de Partida“). Ambos os atores interpretam de maneira corretíssima seus papéis e, junto com os demais coadjuvantes, estabelecem o elenco como um dos trunfos da obra, principalmente por não sustentarem personagens caricatos.

Destaque para os flashbacks que mostram as entrevistas aos elementos para saber se são elegíveis ao teste e como mostra que as pessoas podem mentir descaradamente para conseguir seus objetivos e que eles nem sempre se resumem apenas a dinheiro.

Escrito pelo mesmo roteirista do original alemão, o desfecho realista talvez não apeteça a todos, principalmente fãs mais radicais de ação, porém é justamente a beleza de “Detenção“: ver o limite em que pessoas comuns se transformam em animais e também quando ela faz o caminho inverso. Vale a pena!

[rating:3.5]


Ficha Técnica

Elenco:
Adrien Brody
Forest Whitaker
Cam Gigandet
Clifton Collins, Jr.
Maggie Grace
Fisher Stevens
Travis Fimmel
Ethan Cohn
David Banner
Damien Leake
Rod Maiorano
Jason Lew
Rachel O’Meara

Direção:
Paul Scheuring

Produção:
Paul Scheuring
Marty Adelstein
Jeanette Buerling
Bill Johnson
Maggie Monteith
Scott Nemes
Dawn Parouse

Fotografia:
Amelia Vincent

Trilha Sonora:
Graeme Revell

 

4 Comments

Leave us a comment

  • anderson
    on

    Lembrando que o filme é baseado em um experimento real….
    Este merece destaque…

  • Gian
    on

    Poderia ser surpreendente pra mim, se já não tivesse assistido o original há muitos anos atrás – Das experiment de Oliver Hirschbiegel; o clima claustrofóbico e de loucura que vai tomando conta à medida que acidentes vão acontecendo, é algo que só consegui sentir de verdade na versão original, apesar de achar Adrien Brody mais expressivo que Moritz Bleibtreu foi na época do original (hoje ele está muito melhor, como no drama “Der Baader Meinhof Komplex” e na comédia “Soul Kitchen”). Mas é um filme recomendável sim, mesmo nesta nova versão. Forest Whitaker está dispensável no filme.
    Lembrando que foi inspirado nos acontecimentos reais do experimento prisional de 6 dias de Stanford (EUA) em 1971, que originou o livro “Black box” de Mario Giordano, do qual foi criado o roteiro da versão original alemã (e o escritor ainda ajudou no roteiro de Das experiment).

  • Wellington Galvão
    on

    Na refilmagem o filme acabou perdendo o que o original tinha de melhor: a atmosfera claustrofóbica. O filme simplifica isso utilizando apenas a violência.

  • Daniel Bezerra
    on

    O filme é bom, mas achei que o final os últimos minutos não foram muito bem aproveitado, resumi todo um filme com alguns segundos de um noticiário não foi muito inteligente.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑