Emma.

Entre suas várias contribuições, a autora Jane Austen, que viveu entre 1775 a 1817 (faleceu nova, com 42 anos), praticamente definiu os parâmetros da comédia romântica usados até hoje por qualquer estúdio. Por isso que é tão tentador fazer adaptações de seus livros, já que, independente da época, a essência e a satisfação são as mesmas.

Tanto que essa nova versão de Emma já foi adaptada em 1996 com Gwyneth Paltrow protagonizando e em 2009 como minissérie de TV com Romola Garai.

Agora é a linda e peculiar Anya Taylor-Joy de “O Segredo de Marrowbone” que faz o papel de Emma, uma jovem aristocrata bonita e egocêntrica que se regozija de saber de todas as fofocas do seu vilarejo e de formar pares e casamentos, contanto que não seja o seu. Só que uma conjunção de personagens e amores mal correspondidos, vai fazê-la meter os pés pelas mãos, enquanto é sempre chamada atenção pelo seu amigo Mr. Knightley (Johnny Flynn de “Uma Canção”), onde ficam numa relação pouco amistosa, mas que tem tudo pra mudar.

A estreia na direção de longas-metragens Autumn de Wilde foi muito boa, principalmente na condução do elenco que entre rostos conhecidos e outros nem tanto, conseguiu passar a exata dose de humor sem descambar para o banal. Anya Taylor-Joy está muito carismática e deve conquistar o espectador, ao mesmo tempo em que os coadjuvantes também estão afiadíssimos com destaque para o ótimo Bill Nighy (“A Livraria”) que poderia ter aparecido ainda mais.

O que “Emma” tem de melhor é sua protagonista, a química e dinâmica entre seus personagens – mesmo que muitos, o que pode confundir no início – e o humor na medida certa para tornar o filme uma ótima programação para casais e solteiros.

Curiosidades:

– Todos os artistas que tocaram instrumentos e cantaram tiveram aulas para que eles mesmos pudessem fazer a performance.
– O título do filme e as estações do ano que aparecem em legendas tem um ponto no final. O diretor disse que fez isso como se fossem partituras de uma ópera.
– Na cena da dança o único casal sem luvas é o de Emma e Mr. Knightley.
– Há uma cena em que Emma tem um leve sangramento no nariz. O sangramento foi real e de acordo com o script. Segundo Anya Taylor-Joy essa foi a melhor cena da vida dela, pois ela conseguiu controlar a sua respiração para ter o sangramento praticamente no momento exato (o que obviamente demorou alguns takes para se conseguir).

Ficha Técnica

Elenco:
Anya Taylor-Joy
Johnny Flynn
Mia Goth
Bill Nighy
Josh O’Connor
Rupert Graves
Angus Imrie
Letty Thomas
Gemma Whelan
Edward Davis
Miranda Hart
Myra McFadyen
Esther Coles
Suzy Bloom
Anna Francolini
Connor Swindells
Chloe Pirrie
Oliver Chris
Rose Shalloo
Amber Anderson
Callum Turner
Tanya Reynolds

Direção:
Autumn de Wilde

Produção:
Tim Bevan
Graham Broadbent
Peter Czernin
Eric Fellner

Fotografia:
Christopher Blauvelt

Trilha Sonora:
David Schweitzer
Isobel Waller-Bridge

 

No Comments

Leave us a comment

No comment posted yet.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑