Gigantes de Aço (“Real Steel”, EUA, 2011) ***NOS CINEMAS***

Pelo visto Steven Spielberg gosta de produzir filmes com robôs. Depois de “Transformers”, agora aparece essa versão robótica de “Rocky Balboa”, na qual assume o posto de produtor executivo.

Dirigido por Shawn Levy, mais conhecido por comédias como “Uma Noite no Museu”, a produção é um drama onde o Wolverine Hugh Jackman é Charlie, um ex-boxeador fracassado que largou a profissão depois que, num futuro próximo, as lutas humanas foram substituídas por lutas com robôs. Ainda assim ele nunca deu sorte e deve a todo mundo por conta das lutas perdidas com seus robôs de segunda linha. Pra piorar sua situação, ele deve ficar com seu filho o qual nunca assumiu, depois da morte da mãe. A partir de então, todos os clichês dramáticos possíveis surgirão, como a derrocada seguida da redenção de Charlie como pai e como ser humano. E ainda encontrarão um improvável robô que pode ser sua salvação financeira.

A dinâmica de Jackman com o ator mirim que interpreta seu filho – Dakota Goyo de “Defendor” – é muito boa, mas não o suficiente para o espectador crer piamente na mudança de atitude de Charlie. O grande ponto positivo fica por conta de como os efeitos especiais são usados não como fim em si – erro cometido em “Transformers” – mas como suporte para a trama. Tanto é que pouca gente vai se questionar se os robôs são de verdade ou em CGI, já que as atenções são mais voltadas para a narrativa e menos para as qualidades técnicas. Destaque para a trilha de Danny Elfman de “72 Horas” que ajuda o fraco roteiro a ganhar vida e dar um bom toque de emoção.

Gigantes de Aço” peca por sua estrutura burocrática que literalmente copia o roteiro da conclusão do lutador Rocky e desenvolve acontecimentos pouco críveis, mesmo com um resultado edificante que pode (ou não) deixar um sorriso na boca dos mais sensíveis, mas que devem acordar no outro dia sem nem lembrar que foram ao cinema.
[rating:2.5]

Ficha Técnica

Elenco:
Hugh Jackman
Kevin Durand
Evangeline Lilly
Hope Davis
Dakota Goyo
Karl Yune
Anthony Mackie
James Redhorn
Marco Ruggeri
Olga Fonda
John Gatis

Direção:
Shawn Levy

Produção:
Shawn Levy
Robert Zemeckis
Susan Montford
Don Murphy

Fotografia:
Mauro Fiore

Trilha Sonora:
Danny Elfman

 

1 Comment

Leave us a comment

  • Jean Carlos da Rocha
    on

    Grande filme. Achei magnifico e belo roteiro onde a historia é bem comovente. Os efeitos especiais, modelagem ficaram muito bem feitos. A trilha sonora deixou um pouco a desejar onde merecia um pouco mais de rock ou rap em algumas cenas.

    Mas o filme é relamente nota 10.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑