Griff, o Invisível (“Griff the Invisible”, Austrália, 2010)

Genre : , ,

Os filmes de super-heróis ganham mais um reforço. Só que esse entra mais na linha de “Defendor” e “Kick-Ass”, porém numa pegada romântica e igualmente inteligente.

Ryan Kwanten de “Gritos Mortais” é Griff, um tímido funcionário de escritório que sofre bullying constantemente e nunca se deu bem com as mulheres. Mas de noite ele é um super-herói que protege o bairro contra perigosos bandidos. Ou assim ele pensa. Até que conhece a linda Melody (Maeve Dermody de “Medo Profundo”) que também é excluída emocionalmente e parece entender perfeitamente a cabeça de Griff.

Essa singela e despretensiosa produção australiana conquista o público tanto pelo carisma do protagonista, quanto pelo roteiro inteligente que revela gradualmente até onde vai a realidade imaginada por Griff e como Melody contribui para melhorar a qualidade de vida do nosso pretenso herói. O terceiro ato em particular é um belíssimo capítulo a parte misturar a verdade com a fantasia fazendo com que finalmente o espectador entre na mente de Griff, o que deve deixá-lo com um sorriso no rosto. Destaque para a analogia que faz à já antológica frase do “Homem-Aranha” sobre poderes e responsabilidades. Pra embalar essa dramédia romântica, a banda australiana Kids at Risk foi escolhida a dedo e consegue criar um clima indie e totalmente inserido no contexto cinematográfico.

Mesmo pecando um pouco na edição, “Griff, o Invisível” tem uma produção criativa e bem elaborada, aproveitando o máximo de seu budget com efeitos especiais feitos sob medida. Mas nada disso se compara à química entre seus personagens e seus diálogos inspirados que fazem desta obra um ótimo passatempo para imaginação e mostra que o maior super poder ainda é o amor.
[rating:3.5]

Ficha Técnica

Elenco:
Ryan Kwanten
Maeve Dermody
Patrick Brammall
Toby Schmitz
Marshall Napier
Heather Mitchell
David Webb
Anthony Phelan
Kelly Paterniti

Direção:
Leon Ford

Produção:
Nicole O’Donohue

Fotografia:
Simon Chapman

Trilha Sonora:
Kids At Risk

 

6 Comments

Leave us a comment

  • Juliano
    on

    Achei dificil de assistir até o final… e o final achei meloso demais.
    Abraço

  • Janaina
    on

    Achei chato e não consegui terminar de ver!

  • Felipe
    on

    No início foi tipo: eae, qual é desse filme?
    Mas depois da pra entende muito melhor a história e a parte final, como foi dito, foi muito fera!
    Recomendo.

  • Cristina Ramos
    on

    Eu gostei demais….muito doido!! Quase morri de rir!!

  • Amanda
    on

    Um filme excelente! Bem por trás de toda a melosidade e da viagem que se passa na mente de Griff e Melody há uma poderosa crítica social sobre juízo de valores. Recomendo!

  • paulo
    on

    Muito bom o filme.Pena que o publico de hoje é burro demais para esse tipo de sutileza.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑