Guerra ao Terror (“The Hurt Locker”, EUA, 2008)

Genre : ,

[youtube OJS4maWtw5s]

É possível fazer um ótimo filme sobre um tema já tão batido quanto a guerra ao terrorismo? É. Infelizmente não foi dessa vez. São 130 minutos mostrando os últimos dias de um batalhão americano e como a guerra influencia na vida de cada um, em específico de um trio de soldados após a morte de seu desarmador de bombas (Guy Pierce de “O Traidor” numa ponta). Quando o novo especialista chega (Jeremy Renner de “O Assassinato de Jessy James Pelo Covarde Robert Ford“), os conflitos aumentam, pois este parece não ter nenhum senso de responsabilidade, tomando decisões inconseqüentes que podem colocar a todos em perigo.

Kathryn Bigelow, que teve seu auge dirigindo marcos como “Caçadores de Emoção” e “Perto da Escuridão” no fim dos anos 80 e início dos 90 e que, há 6 anos não dirige desde “K-19: The Widowmaker“, fez um monstro de mais de duas horas com pouquíssimo conteúdo.

Cenas de ação com pouco suspense e tensão e ainda tentou rechear esse sanduíche de vento com participações especialíssimas de Pearce (já citado), David Morse (“Passageiros“) e, pasmem, Ralph Fiennes (“O Leitor“), entre outros, os quais se limitam a pontas de luxo.

Renner e seus coadjuvantes mostram belas atuações, mas esbarram no roteiro engessado, principalmente sobre a explicação do comportamento do protagonista que a gerra vicia, o qual não foi bem desenvolvido em tanto tempo. Os últimos 5 minutos talvez tenham mais a mostrar que os primeiros 125. Para um filme bem melhor e sobre o mesmo tema, melhor alugar “Soldado Anônimo” de 2005.

[rating:2.5]


Ficha Técnica

Elenco:
Jeremy Renner
Anthony Mackie
Brian Geraghty
Guy Pearce
Ralph Fiennes
David Morse
Evangeline Lilly
Christopher Sayegh
Toby Kebbell
Jeremy Piven
Chris “Ludacris” Bridges
Jimi Mistry

Direção:
Kathryn Bigelow

Produção:
Nicolas Chartier
Greg Shapiro

Fotografia:
Barry Ackroyd

Trilha Sonora:
Marco Beltrami

 

3 Comments

Leave us a comment

  • Fernando Guedes
    on

    Cara, me desculpe, cada um tem as suas opiniões, mas acho q vc não estava num dia bom qdo viu este filme. Ou o viu com a cabeça no campeonato brasileiro ou em qquer outro assunto. Este é um filme sensacional com ótimas atuações do elenco principal e uma direção precisa que atribui muita tensão às cenas a cada desarme de bomba.
    Na minha opinião, a diretora conseguiu mostrar muito bem uma guerra em que o inimigo não é um exército, mas sim uma população.
    Enfim, um ótimo filme de guerra com uma abordagem original. Não é à toa que está muito bem cotado ao Oscar.
    Um abraço!

  • Rodrigo
    on

    Também acho em excelênte filme, monstrando detalhes do cotidiano dos soldados no Iraque e cheio de suspense e tensão. Talvez o crítico não goste do tema, sei lá…

  • Jaime
    on

    Caramba… Filme bom para você, deve ser LUA NOVA… Tô errado?

Leave a Reply to Jaime Cancel Reply

↑ BACK TO THE TOP ↑