Incendiário (“Incendiary”, Inglaterra / EUA, 2008)

Genre : ,

A versatilidade do ator Ewan McGregor é surpreendente: Ele participa de blockbusters como “Anjos & Demônios” e pula para um papel secundário neste drama independente, mas que se transforma em pérola numa das poucas incursões do cinema inglês pelo terrorismo do Al Quaeda pós 11/09. Mas até eu aceitaria, afinal de contas, seu personagem participa de uma das mais quentes cenas de sexo de atores do time A do cinema com a personagem de ninguém menos que a princesinha Michelle Williams, a qual contracenou (e também ficou) com McGregor no suspense “A Lista“.

Ela, a qual é o centro da história, é uma mãe de família de classe média. Porém ela é uma promíscua que trai o marido (o qual aparentemente é fiel) sem nenhuma razão a não ser pelo fato de seu casamento estar sensivelmente frio. Um de seus affairs, o qual ela conhece num bar é Jasper (McGregor), um rico jornalista que mora na casa na frente de seu condomínio. Numa de suas armações, ela deixa marido o e filho pequeno que tanto ama num jogo de futebol pra ficar a sós com seu amante. Mas um atentado terrorista faz o campo explodir e mata sua família. A partir de então, ela luta para se recuperar da perda com a ajuda de Jasper e do suspeito chefe de seu marido falecido (Matthew MacFadyen do engraçado “Morte no Funeral“).

Muito mais que uma produção requintada (a panorâmica dos balões que representam os mortos é linda), o filme trata de questões muito pessoais que fazem o expectador se colocar no lugar de cada personagem. Ainda dá mais ênfase à complexidade do espírito humano, já que a protagonista está muito longe de ser uma heroína nos moldes normais. Pelo contrário, ela entende muito bem sua condição de canalhice e promiscuidade e nem com o acidente ela perde isso de vista. Há um leve grau de suspense na trama sobre o porque o atentado aconteceu, mas que se torna parte do drama principal sem se tornar forçado. A narração em off das cartas para Osama Bin Laden são comoventes e a espiral de culpa e transtorno da nossa anti-heróina consegue convencer e emocionar o público.

Williams faz um trabalho maravilhoso e digno de uma indicação, enquanto McGregor está bem, mas apenas correto. Destaque para MacFadyen que mostrou uma ótima veia dramática. Pra finalizar, sua trilha sonora, principalmente nos solos de piano está irrepreensível. Baseado no livro hômonimo de Chris Cleave, “Incendiário” é um filme de uma complexa dramaticidade sobre viver a vida (não a novela) e superar obstáculos aparentemente insuperáveis, os quais atingem a todos os seres humanos, bons ou nem tanto. Recomendadíssimo.

[rating:4.5]


Ficha Técnica

Elenco:
Michelle Williams
Ewan McGregor
Matthew MacFadyen
Sidney Johnston
Nicholas Gleaves
Usman Khokhar
Sasha Behar

Direção:
Sharon Maguire

Produção:
Adrienne Maguire
Andy Paterson
Anand Tucker

Fotografia:
Ben Davis

Trilha Sonora:
Barrington Pheloung
Shigeru Umebayashi

 

1 Comment

Leave us a comment

  • Ícaro Guimarães
    on

    Esse filme é maravilhoso,aos poucos merece ser descoberto pela maioria das pessoas,já que não houve muita divulgação.

Leave a Comment

↑ BACK TO THE TOP ↑